QUILOMBOS (PALENQUES), TERRAS DE PRETOS: identidades em construção

Autores

  • José Reinaldo Miranda de Sousa SME/Prefeitura Municipal de São Paulo - SP

Palavras-chave:

Quilombos, Palenques, Territórios, Identidades, Comunidade quilombolas, Terras de preto

Resumo

Neste artigo, discorremos sobre os territórios negros, comunidades dos quilombolas, no Brasil, visto que a Constituição Federal de 1988, no artigo 68, do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias – ADCT, reconheceu o direito dessas comunidades à propriedade de suas terras. Sabemos que esses territórios também
se formaram em outras regiões da América, como Caribe, Sul dos Estados Unidos e países da América do Sul. A partir dessa premissa, faremos uma reflexão sobre os quilombos, “terras de preto”, no Maranhão, considerando de uma perspectiva contemporânea, as suas identidades. Essa discussão nos remete a indagações sobre o processo de constituição desses territórios, no caso brasileiro, suas conceituações historicamente construídas e suas ressignificações na atualidade.

Palavras-chave: Quilombos. Territórios. Identidades. Maranhão

Resumen
En este artículo discutimos sobre los territorios negros, comunidades de quilombolas en Brasil, ya que la Constitución Federal de 1888, en su artículo 68 del Acto de las Disposiciones Constitucionales Transitorias (ADCT) reconoció el derecho de esas comunidades a la propiedad de sus tierras. Sabemos que esos territorios también se formaron en otras regiones de América, como Caribe, Sul dos Estados Unidos y otros países en América del Sur. A partir de esa premissa, haremos una reflexión sobre los quilombos, “terras de preto”, en Maranhão, considerando desde una perspectiva contemporânea, la formación de identidades. Essa discussão nos remite a indagaciones sobre el proceso de constitución de esos territorios, en el caso brasileño, sus conceptos históricamente construídos y sus resignificaciones en la actualidad.

Palabras clave: Quilombos. Territorios. Identidades. Maranhão

Abstract

In this article we discuss the Black peoples’ territories, communities of maroons, in Brazil, taking into consideration that the 1988’s Brazilian Federal Constitution, in its article 68 of the Transitory Dispositions Act - ADCT, recognized the right of property of their lands to these communities. We are aware that these territories were also formed in other regions of America, such as Caribbean, south of the United States and in other South
American countries. Starting with this premise, we will reflect on the quilombos, terras de preto, in Maranhão, from a contemporary perspective on the formation of their identities. This discussion takes us on to questions about the process of constitution of these territories, in the Brazilian case, their historically built conceptions and their reinterpretations in present times.

Keywords: Quilombos. Territories. Identities. Maranhão

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Reinaldo Miranda de Sousa, SME/Prefeitura Municipal de São Paulo - SP

É mestre Professor titular de História de SME/Prefeitura Municipal de São Paulo. Mestre em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2009) e graduado em História pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Moema (1987), além de possuir especialização em Ciência Política pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (1989) e graduação em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Botucatu (1994).

Downloads

Como Citar

Sousa, J. R. M. de. (2011). QUILOMBOS (PALENQUES), TERRAS DE PRETOS: identidades em construção. Revista Brasileira Do Caribe. Recuperado de https://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/rbrascaribe/article/view/657