ENGENHO DE DENTRO – DA OFICINA AO LEGADO OLÍMPICO: LAZER, ESPORTES E ESPAÇO

Renan do Nascimento Barata Antunes, Ciro Marques Reis

Resumo


Este artigo tem como objetivo identificar quais foram os legados deixados à população residente do bairro do Engenho de Dentro, local que sofreu importantes modificações já no século XIX por conta da ampliação das linhas da Rede Ferroviária Federal e posteriormente para os megaeventos realizados na cidade do Rio de Janeiro. Importantes autores nos ajudam a compreender os efeitos que os megaeventos deixaram para cidade. A partir da bibliografia consultada e o trabalho de campo procuramos perceber como o processo capitalista dinamiza e altera significativamente o espaço urbano e as relações sociais. Procura-se analisar se o legado olímpico para o entorno do estádio Nilton Santos é de fato percebido no espaço e quais equipamentos urbanos se apresentam como práticas de lazer e desportos.

 


Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, Maurício de. Evolução Urbana do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: IPP, 2008.,

ALMEIDA, Marco Antônio Bettine de; GUTIERREZ,Gustavo Luis. O lazer no Brasil: do nacional desenvolvimentismo à globalização. Conexões, v. 3, n. 1, 2005. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8637887Acesso em:11 jul 2019.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. A condição espacial. São Paulo: Contexto, 2011. 160p.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. A reprodução da cidade como negócio. In. CARLOS, Ana Fani Alessandri; CARRERAS, Carles. Urbanização e Mundialização: estudos sobre a metrópole. São Paulo: Contexto 2005.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. Da “Organização” à produção do espaço no movimento. In: CARLOS, Ana Fani Alessandri, SOUZA Marcelo Lopes de, SPOSITO Maria Encarnação Beltrão (org.). A produção do espaço urbano: agentes e processos, escala e desafios. São Paulo: Contexto, 2017.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. O espaço urbano: novos escritos sobre a cidade. São Paulo: Labur Edições, 2007ª. 123p.

CARLOS, Ana Fani Alessandri. O lugar no/do mundo. São Paulo: Labur Edições, 2007b. 85p.

CERTEAU, Michel. Invenção do cotidiano. Petrópolis, RJ: Vozes, 1990. 176p.

CORRÊA, Roberto Lobato. Sobre Agentes Sociais, Escala e Produção do Espaço: um texto para Discussão. In: CARLOS, Ana Fani Alessandri, SOUZA, Marcelo Lopes de, SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão (org.). A Produção do Espaço Urbano: agentes e processos, escala e desafios. São Paulo: Contexto, 2017.

CURI, Martin. A disputa pelo legado em megaeventos esportivos no Brasil. Horizontes Antropológicos. Porto Alegre, ano 19, n. 40, p. 65-88, jul./dez. 2013. Disponível e: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-1832013000200003&script=sci_abstract&tlng=pt

Acesso em: 19 jul 2019.

DUMAZEDIER, Joffre. Sociologia empírica do lazer. São Paulo: Perspectiva, 1974. 248p.

FINGER, Anna Eliza. Um século de estradas de ferro – arquiteturas das ferrovias no Brasil entre 1852 e 1957. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2013, p. 49-122. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/15345. Acesso em: 20 ago 2019

GONÇALVES, Marcelino Andrade; THOMAZ JUNIOR, Antônio. Informalidade e precarização do trabalho: uma contribuição da geografia do trabalho. Scripta Nova, Revista Electrónica de Geografía y Ciencias Sociales, Barcelona, v. 6, n. 119, 2002. Disponível em: http://www.ub.edu/geocrit/sn/sn119-31.htm. Acesso em:12 jul 2019.

GRAZIA, Sebastian. Três conceptos antiguos en el mundo moderno: el trabajo, el tiempo, el ocio. Revista de Estudios Políticos. número 129-130, Mayo/Agosto 1963, p. 5-20. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=2048226. Acesso em: 08 ago 2019.

HARVEY, David. Produção Capitalista do espaço. São Paulo: Annablume, 2005. 252p.

LEFEBVRE, H. Direito à cidade. Tradução: Cristina C. Oliveira. Itapevi, SP: Nebli, 2016. 156p.

MAGALHÃES, Luiz Ernesto. Pan: Engenhão pode custar R$ 100 milhões a mais. O Globo. São Paulo, 2006. Disponível em: https://oglobo.globo.com/rio/pan-engenhao-pode-custar-100-milhoes-mais-4566817.Acesso em: 18 ago 2019.

MASCARENHAS, Gilmar. A produção da cidade olímpica e os sinais da crise do modelo globalitário. Geousp – Espaço e Tempo (Online), v. 20, n. 1, p. 52-68. 2016. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2016.107148 Acesso em:21 jul 2019.

MASCARENHAS, Gilmar. Megaeventos esportivos e urbanismo: contextos históricos e legado social. In: RODRIGUES, Rejane Penna, PINTO, Leila Mirtes Magalhães, TERRA, Rodrigo, DACOSTA, Lamartine P.. Legados de megaeventos esportivos. Brasília, DF: Ministérios dos Esportes, 2008.

MASCARENHAS, Gilmar. Mega-eventos esportivos, desenvolvimento urbano e cidadania: uma análise da gestão da cidade do Rio de Janeiro por ocasião dos Jogos Pan-americanos - 2007. Scripta Nova. Revista Electrónica de Geografía y Ciencias Sociales. Barcelona, v. 11, n. 245, (13), ago. 2007. Disponível em: http://www.ub.es/geocrit/sn/sn-24513.htm. Acesso em: 20 jul 2019

MASCARENHAS, Gilmar. Natureza e tensões do urbanismo olímpico contemporâneo. In: OLIVEIRA, Floriano Godinho de, FREIRE, Désirrè Guichard, DE JESUS, Gilmar Mascarenhas de, OLIVEIRA Leandro Dia de (org.). Geografia Urbana: ciência e ação política. Rio de Janeiro: Consequência, 2014. 400p.

MOTTA SOBRINHO, Alves. A civilização do café (1820-1920). São Paulo: Brasiliense, 1978.

RAEDER, Sávio. Desenvolvimento urbano em sedes de Megaeventos Esportivos. In: RODRIGUES, Rejane Penna, PINTO, Leila Mirtes Magalhães, TERRA, Rodrigo, DACOSTA, Lamartine P.. Legados de megaeventos esportivos. Brasília, DF: Ministérios dos Esportes, 2008.

RIO DE JANEIRO. Secretária da Casa Civil. Jogos Olímpicos e legado. Rio de Janeiro, 2016.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: as técnicas, tempo e o espaço geográfico. 4.ed.São Paulo: Edusp, 2014. 392p.

SEABRA, Odette. C. de L. A produção do espaço urbano: abordagens e método de análise. In: OLIVEIRA, Floriano Godinho de, FREIRE, Désirrè Guichard, DE JESUS, Gilmar Mascarenhas de, OLIVEIRA Leandro Dia de (org.). Geografia Urbana: ciência e ação política. Rio de Janeiro: Consequência, 2014. 400p.

SERPA, Angelo. Lugar e centralidade em um contexto metropolitano. . In: CARLOS, Ana Fani Alessandri, SOUZA, Marcelo Lopes de, SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão (org.). A Produção do Espaço Urbano: agentes e processos, escala e desafios. São Paulo: Contexto, 2017.

SPÖRL, Martin Christoph Curi. Espaço da Emoção: arquitetura futebolística, torcida e Segurança Pública. Tese (Doutoramento em Antropologia - Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ, 2012, p. 111-172. Disponível em: http://www.proppi.uff.br/ppga/sites/default/files/curi_martin_tese_completo.pdf. Acesso em: 15 ago 2019.

TAVARES, Otavio. Megaeventos esportivos movimento. Movimento: revista de educação física da UFRGS. v. 17, n. 3, jul-set, 2011, p. 11-35. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.23176. Acesso em: 20 jun 2019

TELLES, Vera. A Cidade nas Fronteiras do Legal e Ilegal. Argvmentvm: Belo Horizonte, 2010. p. 81-106, 147-169.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN 2674-6972

LATINDEX

Directory of Open Access Journals

 

 

 Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

VISITANTES MUNDIAIS DA REVISTA TURISMO & CIDADES: