POLÍTICAS SOCIAIS HABITACIONAIS RURAIS NO SUL DE SANTA CATARINA

Juliane Possamai Gonçalves, Miguelangelo Gianezini, Dimas de Oliveira Estevam

Resumo


O meio rural no Brasil mudou com o êxodo do campo, a industrialização e a urbanização das últimas décadas. E no início deste século ganhou elementos que o tornaram heterogêneo, demandando políticas específi cas. Partindo desse contexto, este artigo realiza uma pesquisa interdisciplinar com o objetivo de analisar as políticas públicas sociais habitacionais rurais, tendo como locus municípios do Sul catarinense, escolhidos pela experiência de implementação das mesmas com apoio do sindicato dos trabalhadores rurais. Para este estudo de caso, adota pesquisa descritiva, exploratória e aplicada, com revisão de literatura,
levantamento documental e pesquisa de campo. Para a coleta de dados, opta pela técnica de observação, em contato com agentes sociais locais e benefi ciários. Os resultados são apresentados e discutidos qualitativamente. Considera, ainda, que o tema teve pouca atenção dos policy makers, uma vez que a moradia era vista como adjacência da propriedade rural. Contudo, recentes políticastêm al terado este quadro, incluindo a região estudada, onde sindicatos e demais entidades sociais contribuem para o aprimoramento desse processo e da gestão do desenvolvimento social.
Palavras chave: Políticas Públicas, gestão social, Programa Nacional de Habitação Rural, desenvolvimento rural.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18764/2178-2865.v22n1p565-596

Direitos autorais 2018 Revista de Políticas Públicas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Pol. públ.

ISSN 2178-2865 (online)