A DISPUTA DO FUNDO PÚBLICO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL NO CONTEXTO DA MUNDIALIZAÇÃO DO CAPITAL

Flávia Rebecca Fernandes Rocha

Resumo


O presente artigo apresenta a correlação de forças das classes em disputa na sociedade capitalista pelo fundo público da política de previdência social. Sob o falso argumento do déficit previdenciário, o governo, associado à burguesia nacional e internacional, difundem uma “cultura de crise” que propicia o achatamento do sistema de proteção social brasileiro, por meio de contrarreformas, escamoteando aquele que é o cerne da questão: a crise de um modelo econômico cada vez mais caro, que fez crescer a dívida e as despesas com encargos e juros; e que absorve os recursos das políticas públicas em geral, principalmente as da seguridade social, por meio de renúncias fiscais e desvio de receitas.

Palavras-chave: Previdência Social, Fundo Público, Capital.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18764/2178-2865.v20n2p473-492

Direitos autorais 2017 Revista de Políticas Públicas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Pol. públ.

ISSN 2178-2865 (online)