ANÁLISE DAS CONDIÇÕES DE DESENVOLVIMENTO FAMILIAR EM NITERÓI: uso do IDF e GINI.

José Nilton de Sousa

Resumo


O estudo apresenta a aplicação do Índice de Desenvolvimento da Família (IDF) em conjugação com o Índice de Gini para a cidade de Niterói e suas respectivas áreas de ponderação (AREAP). Observa-se que, apesar da cidade de Niterói ocupar a posição de 3a cidade de maior IDH do Brasil e 1a no Estado do Rio de Janeiro, as condições de
desenvolvimento de suas famílias acompanham as condições de desenvolvimento das AREAP, sinalizando para uma hierarquia socioespacial. As dimensões do IDF, o acesso ao conhecimento e ao trabalho revelam-se as mais críticas para quase todas as áreas. Por outro lado, as AREAP de maiores IDF são acompanhadas pelos menores índices de Gini e
vice-versa, indicando que as condições das famílias estão relacionadas ao perfil de distribuição de renda nas AREAP(s).
Palavras-chave: Famílias, áreas de ponderação, vulnerabilidade.

NITERÓI ANALISIS OF DEVELOPMENT CONDITIONS: use of IDF and GINI
Abstract: The present study applies the I.D.F with the Gini Indexes in the Carioca city of Niterói and it´s ponderation zones. Niteroi occupies the 3º position at the hanking of IDH in the country and jumps to the first place considering the Rio de Janeiro State. The conditions of the families studied are following the developing of the AREAP, presenting a socialspatial hierarchy. The IDF refaring the access to knowledge and to work present results one should worry about. In the other hand the biggest IDF considered areas correspond to the smallest Gini Index achieved and vice versa, proving the relation of the income distribution of those families are related to the AREAT.
Keywords: Family, ponderation zones, vulnerable.


Palavras-chave


Famílias; Áreas de ponderação; Vulnerabilidade.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2015 Revista de Políticas Públicas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Pol. públ.

ISSN 2178-2865 (online)