ABERTURA E POBREZA: qual abertura?

Pierre Salama

Resumo


Análise dos efeitos da globalização comercial sobre a pobreza. A aceleração do crescimento desempenha um papel positivo em relação ao nível de pobreza, a não ser que as desigualdades cresçam muito fortemente. Na literatura econômica, a abertura é freqüentemente apresentada como um fator acelerador do crescimento econômico. Atrás da expressão ‘abertura’ se esconde muitas vezes o desejo - ou até a obrigação, quando das negociações com as instituições internacionais - de que essa abertura seja o efeito de uma política de livre intercâmbio. Mas ela pode também ser o produto de uma política econômica que visa controlá-la, mobilizando as taxas de câmbio, as taxas de juros preferenciais, as subvenções focalizadas, um protecionismo seletivo e temporário. Os efeitos sobre a pobreza são, então, fundamentalmente diferentes. O objetivo desta contribuição é analisar as consequências sobre a pobreza advindas das diferentes maneiras de praticar a abertura.

Palavras-chave


Pobreza. Crescimento econômico. Abertura. Desigualdades. Estado. Globalização comercial.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2015 Revista de Políticas Públicas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Pol. públ.

ISSN 2178-2865 (online)