QUESTÃO SOCIAL E RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NO BRASIL

Cláudia Alves Durans

Resumo


O texto aborda a particularidade da questão social no Brasil como fruto das relações capitalistas aqui construídas através da exploração e opressão das classes trabalhadoras. Busca a gênese das desigualdades e pauperismo no Brasil, marcado por quase quatro séculos de escravismo. Analisa os pilares de sustentação do escravismo: o trabalho escravo,
a monocultura e o latifúndio, que geraram a riqueza, destacando que, após a abolição e da proclamação da república, com a necessidade construção de uma ideia de nação desenvolvida, era necessário eliminar o elemento negro, através da ideologia do branqueamento e do mito da democracia racial, que mascararam/mascaram a real condição a que foram
postos negros e negras neste país.
Palavras-chave: Questão Social, racismo, trabalho, classes, escravidão
Social issue and the ethnic-racials relations in Brazil
Abstract: The text deals with the particularity of the social issue in Brazil as a result of capitalist relations built here through exploitation and oppression of the working classes. It seeks the genesis of inequalities and pauperism in Brazil, marked by nearly four centuries of slavery. Analyzes the supporting pillars of slavery: slave labor, the monoculture and the
landlordism, which generated high profit rates, highlighting that, after the abolition and the proclamation of the republic, with the need of construction of an idea of developed nation, it was necessary to eliminate the black element, through the whitening ideology and the myth of racial democracy, which masked / masks the real condition that were put black men and women in this country.
Keywords: Social Issue, racism, work, classes, slavery.

Palavras-chave


Questão Social; Racismo; Trabalho; Classes, Escravidão

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18764/2178-2865.v18nEp391-399

Direitos autorais 2015 Revista de Políticas Públicas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Pol. públ.

ISSN 2178-2865 (online)