GASTOS PÚBLICOS E CRESCIMENTO ECONÔMICO NO BRASIL DA SEGUNDA METADE DO SÉCULO XX: uma abordagem do Teste de Causalidade de Granger

Rodrigo Vilela Rodrigues, Erly Cardoso Teixeira

Resumo


A relação entre gasto público e PIB é tema recorrente de debate na literatura econômica nacional e internacional, com a relevância do setor público no crescimento econômico avaliada em termos de elasticidade do produto com relação a esses gastos. No entanto, menos se fez no sentido de verificar se crescimento econômico é causa ou consequência do crescimento dos gastos públicos, objetivo básico do presente trabalho. Para tal, foi utilizado o teste de causalidade de Granger entre variáveis que representassem o PIB e os gastos governamentais em distintas especificações, para as três esferas de governo. De acordo com os resultados auferidos, conclui que os gastos públicos são, em sua maioria, consequência e não causa de crescimento do PIB, o que corrobora a Lei de Wagner e possibilita importantes conclusões acerca dessa complexa relação na economia brasileira, durante a segunda metade do século passado.


Palavras-chave


Gastos públicos; crescimento econômico; causalidade de Granger; Brasil; século XX

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18764/2178-2865.v17n1p115-125

Direitos autorais 2015 Revista de Políticas Públicas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Pol. públ.

ISSN 2178-2865 (online)