ENTRE MARX E KEYNES: nem restauração capitalista, nem endividamento público - por uma saída anticapitalista

José Menezes Gomes

Resumo


O presente texto trata da relação entre a ocorrência da crise capitalista, o impasse na reprodução da propriedade privada e a intervenção estatal defictária como agente anticiclico e a amplificação da dívida pública. Analisa a ocorrência da crise capitalista de 1929 e a Depressão dos anos 30, a introdução das politicas keynesianas e seus gastos militares, que levaram à recuperação capitalista e definiram as bases dos chamados “trinta gloriosos" do pósguerra. Destaca o retorno da crise na metade dos anos 70, a introdução do neoliberalismo até a ocorrência da crise capitalista mundial de 2008 e o retorno da intervenção estatal na salvação de grandes empresas e bancos. Por último, afirma que a intervenção estatal para tentar contornar tal crise acaba poramplificá-la ainda mais, além de ampliar a dívida, deteriorando, também as condições de vida da classetrabalhadora. Por esse motivo, defende: nem restauração capitalista, nem endividamento público. Por umasaída anticapitalista.Palavras-chave: Crise capitalista, intervenção estatal, endividamento público.BETWEEN MARX AND KEYNES: neither public debt, neither capitalist restoration - to retirement anti - capitalist Abstract: This text deals the relationship between the occurrence of the capitalist crisis, the predicament in the reproduction of private property and state intervention as an agent countercyclical deficit and public debt amplification. In other words, we analyze the occurrence of the capitalist crisis of 1929 and the Depression of the 30s, the introduction of Keynesian policy and military spending, which led to capitalist recovery and defined bases of so-called "thirty glorious years" of the postwar period. Then we highlight the return of the crisis in themid 70s, the introduction of neoliberalism to the occurrence of the global capitalist crisis of 2008 and the return of state intervention in saving large companies and banks. Finally, we affirm that state intervention to try to overcome this crisis ends by amplify it further, besides expand the debt, deteriorating more and more the living conditions of the working class. For this reason we defend, neither capitalist restoration or public debt. For an anti-capitalist resort.Key words: Capitalist crisis, state intervention, the public debt.

Palavras-chave


Crise Capitalista; Intervenção Estatal; Endividamento Público

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2015 Revista de Políticas Públicas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Pol. públ.

ISSN 2178-2865 (online)