ARTICULAÇÃO E REDES NO ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES NO PARÁ

Marcela Fernanda da Paz de Souza, Frederico Oliveira Henriques

Resumo


O objetivo da pesquisa é verificar a formação de uma rede de enfrentamento à violência contra as mulheres do campo, das florestas e das águas no Estado do Pará. O estudo realiza o levantamento dos dados primários junto à CIPM-PA, e, baseando-se na abordagem de rede social, construi a rede geral com os 39 atores da CIPM-PA, subdivida entre o Fórum Estadual de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres do Campo, das Florestas e das Águas, o Conselho Estadual de Mulheres e o Comitê de Monitoramento do Pacto Nacional de Violência Contra a Mulher. A análise da rede social observou o clique e as medidas de centralidade de informação, de grau, de proximidade, de intermediação. Assim, é possível concluir que o estudo da formação da rede de enfrentamento e da proeminência dos atores poderá contribuir com processos decisórios e estratégias de ação direcionadas às mulheres dos contextos rurais.

Palavras-chaves: Rede de Enfrentamento. Violência.  Ruralidades


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18764/2178-2865.v23n1p45-61

Direitos autorais 2019 Revista de Políticas Públicas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Pol. públ.

ISSN 2178-2865 (online)