DESENVOLVIMENTO DO ESPAÇO SOCIAL RURAL: o Projeto de Assentamento do Engenho Corubas e as perspectivas da produção familiar na Mata Sul de Pernambuco

Maria Magaly Colares de Moura Alencar, Vitoria Regia Fernandes Gehlen

Resumo


Este estudo aborda as relações socioespaciais, as quais adquirem visibilidade nas discussões acadêmicase políticas na contemporaneidade. Isso porque, para que se amplie o processo de acumulação do capitalismo emescala global, faz-se imprescindível o planejamento do espaço. Ressalta que a organização do espaço na fase atualdá-se de forma global, atenuando os limites entre o rural e o urbano, estabelecendo nova dinâmica a realidades sociais,consideradas tão distintas. Mostra que é no bojo das relações rural-urbanas que se travam lutas, reivindicações, conflitose resistências dos trabalhadores, revelando a pluralidade do espaço social. Nesse contexto, enfatiza que a produçãoagrícola familiar de alguns assentamentos da reforma agrária na Mata Sul de Pernambuco destaca-se como uma reaçãoao modelo de desenvolvimento territorial da agricultura brasileira. Diante das perspectivas do modelo de desenvolvimento agrícola, marcadas pelo grande latifúndio, este estudo busca analisar a configuração do espaço social na Mata Sul de Pernambuco, tendo como pressuposto teórico-metodológico a concepção dialética das relações sociais.Palavras-chave: Desenvolvimento territorial, espaço social, agricultura familiar.SOCIAL DEVELOPMENT OF RURAL AREA: the Settlement Project of the Mill Corubas and prospects of family farmingin the forest south of the State of PernambucoAbstract: This article approaches the social relations in space which get visibility in contemporary academic and politicaldiscussions. This is because, in order to increase the accumulation process of capitalism on a global scale, it is essential to space planning. It points out that the organization of space in the current phase takes place in a global manner, thus reducing the boundaries between rural and urban areas, setting new dynamics to social realities, considered so distinct. It shows that it is in the center of rural-urban relationships that struggles, vindications, conflicts and resistance of workers,revealing the plurality of social space are undertaken. In this context, the production from family farming settlementsof some of the land reform in forest south of the State of Pernambuco stands out as a model reaction to the territorialdevelopment of Brazilian agriculture. In the face of the prospects of agricultural development model characterized by large latifundia, this study seeks to analyze the configuration of social space in the forest south of the State of Pernambuco. Thus, this study is the theoretical and methodological dialectical conception of social relations.Key words: Territorial development, social space, family agriculture.

Palavras-chave


Desenvolvimento Territorial; Espaço Social; Agricultura Familiar

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2015 Revista de Políticas Públicas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Pol. públ.

ISSN 2178-2865 (online)