PATRIARCADO, CONSERVADORISMO CONTEMPORÂNEO E OS DESAFIOS PARA AS MULHERES NO BRASIL

Leidiane Souza de Oliveira

Resumo


Este artigo contém refl exões a partir de pesquisa bibliográfi ca, acerca do lugar do patriarcado no projeto conservador da classe dominante brasileira nos anos 2000. Analisa as seguintes categorias históricas: Patriarcado, com base em Saffi oti (2004), Almeida (2017) e Cisne (2009); Conservadorismo, a partir de Burke (1982), Escorsim Netto (2011), Demier (2016), Coutinho (2014), Souza (2016) e Scruton (2016); e Feminismo, conforme Saffi oti (2013), Cisne e Santos (2014) e Toledo (2012). Diante dos desafi os impostos pela conjuntura atual, destaca uma série de medidas legislativas que culminam em retrocessos nos direitos das mulheres na atualidade, (melhor detalhado na primeira parte do texto), exigindo das mulheres um projeto anticapitalista e antipatriarcal, em
uma perspectiva de totalidade, haja vista a ofensiva conservadora atingir o conjunto dos direitos da classe trabalhadora.
Palavras-chave: Conservadorismo, patriarcado, lutas feministas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18764/2178-2865.v22n2p845-862

Direitos autorais 2019 Revista de Políticas Públicas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Pol. públ.

ISSN 2178-2865 (online)