O espaço dos jornalistas da economia brasileiros: gerações, origem social e dinâmica profissional

Antonio José Pedroso Neto

Resumo


Este artigo apresenta uma objetivação do espaço dos jornalistas de economia brasileiros. Para isso, foi realizada uma análise de correspondências múltiplas de 69 prosopografias de jornalistas atuantes durante 2011. São apresentadas as fontes de dados, as variáveis, suas categorias e o conteúdo correspondente. A análise demonstra que esse espaço é estruturado, fundamentalmente, a partir de princípios geracionais e que, atualmente, três gerações nele convivem. Por fim, demonstra as características específicas de cada geração vis-à-vis outras.


Palavras-chave


Jornalismo econômico; Sociologia da comunicação; Mídia; Análise de correspondências múltiplas; Sociologia econômica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18764/2236-9473.v12n23p133-152

Direitos autorais 2015 Revista Pós Ciências Sociais

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

REPOCS

ISSN 2236-9473 (online)

ISSN 1983-4527 (impresso)