Violetas: cinema & ação no enfrentamento da violência contra a mulher: concepção de subjetividade, gênero, cidadania e ludicidade nas regras e nas cartas do jogo

Maria Raquel Gomes Maia Pires, Laianna Victória Santiago Silva, Rosa Maria Godoy Serpa Fonseca, Rebecca Nunes Guedes Oliveira, Rafaela Gessner, Ethel de Paula Gouveia

Resumo


Estudo realizado para compor as regras e as cartas de um jogo de tabuleiro. Objetivos: articular teoricamente poder, subjetividade, gênero e cidadania com o componente agonista da ludicidade, como subsídio para o enfrentamento da violência contra a mulher, no jogo; elaborar as regras e os tipos de cartas do jogo. Ensaio teórico com revisão narrativa de literatura e abordagem qualitativa. O desenho do jogo foi orientado pelas categorias: a- subjetividades plurais e em disputa por espaços de cidadania; b- redes de poder e políticas para conter a opressão sobre o feminino; c- as violências visíveis e invisíveis como alvo; d- o campo do lúdico e o lúdico no campo. No jogo, a violência se espalha pelo tabuleiro sempre que as(os) jogadoras(es) desconhecem as distintas faces da violência. As saídas para vencer o jogo são produzidas pela ação cooperativa das(os) participantes. As categorias se mostraram
potentes para a definição do jogo.

Palavras-chave: Jogo. Gênero. Violência contra a mulher. Tecnologias educativas.

Violetas: cine & action in dealing with violence against women: conception of subjectivity, gender, citizenship and lucidity in the rules and cards of the game

Abstract

Study to create the rules and the cards of a board game. Objectives: to articulate theoretically power, subjectivity, gender and citizenship with the agonist component of ludicity, as support for the process of dealing with violence against women; to elaborate, from the developed conceptions, the rules and the cards of the game. Theoretical essay with narrative review of literature, with qualitative approach. Four theoretical guidelines oriented the game design: a- plural subjectivities and disputing over areas of citizenship; b- network of powers and policies to curb oppression of the female; c- invisible violence as targets; d- The field of the ludic and the ludicity. In VIOLETAS, violence spreads across the board whenever (the) players(s) are unaware of the different faces of violence, risking immediate defeat for all. The network action to surround the violence and the worlds produced by filmic narratives produce the outputs to win the game.

Keywords: Game. Gender. Violence against women. Educational technologies


Palavras-chave


Jogo; Gênero; Violência contra a mulher; Tecnologias educativas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Interdisciplinar em Cultura e Sociedade

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN 2447-6498

INDEXADORES, DIRETÓRIOS:

 

O que é o Digital Object Identifier (DOI) | Biblioteca Central Irmão José  Otão – PUCRS


  Directory of Open Access Journals      Thumbnail



 Curso OJS3 para Editor Gerente: Indexação pelo Google Schoolar    LatinREV - LatinREV updated their cover photo. | Facebook    Pedagogia na Essência: Você já conhece o Portal de Periódicos - Capes?


VISITANTES NO MUNDO DA REVISTA INTERDISCIPLINAR EM CULTURA E SOCIEDADE: