AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE INFORMAÇÃO SOBRE HANSENÍASE DE PROFISSIONAIS DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA

Sabrynna Brito Oliveira, Mara Dayanne Alves Ribeiro, Jefferson Carlos Araujo Silva, Luan Nascimento Silva

Resumo


Introdução: A hanseníase é uma doença infectocontagiosa que merece atenção especial por ser caracterizada como problema de saúde pública. Os profissionais que compõem a Estratégia Saúde da Família (ESF) devem ser detentores de conhecimentos adequados sobre a hanseníase, visto que esta é tratada a nível ambulatorial da Atenção Básica de Saúde (ABS). Objetivo: avaliar o nível de informação sobre hanseníase de profissionais da ESF. Métodos: um questionário semi-estruturado, desenvolvido pelos pesquisadores, foi aplicado aos voluntários (médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem), contendo 11 questões objetivas contemplando aspectos gerais, diagnóstico e tratamento da hanseníase. O nível de informação sobre hanseníase foi classificado de acordo com o total de respostas corretas obtidas em cada formulário. Resultados: participaram do estudo 23 profissionais, 6 médicos, 10 enfermeiros e 7 técnicos em enfermagem. Observando o total de respostas corretas de todos os profissionais o nível de informação foi classificado como bom (74,70%), enquanto separados por categoria, médicos apresentaram nível muito bom (80,30%), enfermeiros nível bom (79,09%), e técnicos em enfermagem nível regular (63,63%). Conclusão: o estudo permitiu identificar déficits no nível de informação sobre hanseníase de profissionais da ESF. A posse de informações adequadas pode colaborar para redução da incidência de casos novos e controle da doença.

Palavras-chave: Hanseníase. Estratégia Saúde da Família. Atenção Básica. Profissionais da Saúde. Informação.


Palavras-chave


Hanseníase. Estratégia Saúde da Família. Atenção Básica. Profissionais da Saúde. Informação.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Revista de Pesquisa em Saúde

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Rev Pesq. Saúde

ISSN 2236-6288 (online)

ISSN 2179-6238 (impresso)