VARIÁVEIS RELACIONADAS E NASCIMENTO DE RECÉM-NASCIDOS GRANDES PARA IDADE GESTACIONAL NO DIABETES MELLITUS GESTACIONAL

Iramar Baptistella do Nascimento, Giórgio Conte Tondello, Ana Flávia Nunes de Souza, Leandro Rosin, Thiago Ribeiro e Silva, Raquel Fleig, Jean Carl Silva

Resumo


Introdução: O diabetes mellitus gestacional apresenta prevalência de três a vinte e cinco por cento das gestações com variação
de acordo com a população. Objetivo: Identificar as variáveis relacionadas com recém-nascidos grandes para idade gestacional
em pacientes com diabetes mellitus gestacional e os seus desfechos obstétricos. Métodos: Estudo de corte retrospectivo desenvolvido
no período de janeiro de 2013 a abril de 2016 em uma maternidade pública. Utilizou-se uma regressão logística multinominal
para cálculo de razão de chance, com intervalo de confiança de 95%. Resultados: Os preditores clínicos e laboratoriais:
idade gestacional de diagnóstico, índice de massa corporal e ganho de peso, glicemias médias de jejum e pós-prandial não apresentaram
diferenças. A hemoglobina glicada apresentou significância na análise bruta (OR= 2,57; IC95% 1,05-6,30), porém não
sustentada na ajustada (OR=2,18; IC95% 0,80-5,90). Os desfechos perinatais: apgar e ingresso em unidade de tratamento intensivo
não demonstraram diferenças. Recém-nascidos grandes para idade gestacional foram relevantes quanto à via de parto cesariana,
com valores brutos (OR=1,73; IC95% 1,21-2,4) e ajustados (OR=1,71; IC95% 1,20-2,43). Conclusão: Não foram encontrados
fatores que isoladamente estão relacionados com o nascimento de recém-nascidos grandes para a idade gestacional. Nos
desfechos perinatais, recém-nascidos grandes para a idade gestacional apresentam maiores chances de partos cesáreos.

Palavras-chave: Gravidez. Índice glicêmico. Recém-nascido.


Palavras-chave


Gravidez; Índice Glicêmico, Recém-nascido

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Revista de Pesquisa em Saúde

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Rev Pesq. Saúde

ISSN 2236-6288 (online)

ISSN 2179-6238 (impresso)