ASSOCIAÇÃO ENTRE CIMENTO DE IONÔMERO DE VIDRO E AGENTES ANTIMICROBIANOS BIOATIVOS: REVISÃO DE LITERATURA / ASSOCIATION BETWEEN GLASS IONOMER CEMENTS AND ANTIMICROBIAL BIOACTIVE AGENTS: LITERATURE REVIEM

Thátyla Silva Linhares, Milena Maria Andrade Trovão, Breno Mont Alverne Haddade Silva, José Ferreira Costa, Leily Macedo Firoozmand, Andréa Dias Neves Lago

Resumo


Introdução: Os cimentos de ionômero de vidro têm sido amplamente utilizados nas diversas especialidades odontológicas por sua biocompatibilidade, adesividade à estrutura dental e capacidade de liberar flúor. Este material vem sendo associado a substâncias como própolis, antibióticos, clorexidina e biovidros como forma de potencializar suas propriedades antimicrobianas e em alguns casos mecânicas. Objetivo: Realizar uma revisão crítica da literatura acerca da associação do cimento de ionômero de vidro com clorexidina, antibióticos, própolis e biovidros. Métodos: Busca realizada nas bases de dados, Pubmed, Cochrane, Lilacs na língua inglesa e seleção de estudos dos últimos cinco anos através de pesquisa manual por listas de referências através dos unitermos “glass ionomer and antibiotic”, “glass ionomer and propolis”, “glass ionomer and chlorhexidine” e “glass ionomer and bioglass”. Foram identificados 120 artigos e após a aplicação dos critérios de inclusão/exclusão, 11 trabalhos foram selecionados. Resultados: Diante das limitações presentes neste estudo, é possível afirmar, que em geral a associação do cimento de ionômero de vidro com agentes antimicrobianos bioativos, parece potencializar a ação antibacteriana do material e auxiliam na remineralização da dentina. Conclusão: Os estudos ainda se mostram controversos quando se trata dessas associações e comprometimento das propriedades físicas e mecânicas do ionômero.

Palavras-Chave: Cimento de ionômero de vidro. Antibióticos. Própolis. Clorexidina.

Abstract
Introduction
: The glass ionomer cements have been widely used in various dental specialties by its biocompatibility, adhesion to tooth structure and ability to release fluoride. This material has been associated with substances such as propolis, antibiotics, chlorhexidine and bioglasses in order to leverage its antimicrobial and in some cases mechanical properties. Objective: The objective of this study was to critically review the literature about the association of glass ionomer cement with chlorhexidine, antibiotics, propolis and bioglasses. Methods: Search performed using the database, PubMed, Cochrane, Lilacs in English and selection of studies over the past five years through manual search by reference lists and search through the key words "glass ionomer and antibiotic", "glass ionomer and propolis”, "glass ionomer and chlorhexidine" and "glass ionomer and bioglass”. We identified 120 articles after application of the inclusion / exclusion criteria, 11 studies were selected. Results: Given the limitations present in this study, we can say that in general the association of glass ionomer cement with bioactive antimicrobial agents, appears to enhance the antibacterial action of the material and aid in remineralization of dentin. Conclusion: However, studies also show up controversial when it comes to these associations and commitment of the physical and mechanical properties of the ionomer.

Keywords: Glass ionomercement. Antibiotics. Propolis. Chlorhexidine.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2016 Revista de Pesquisa em Saúde

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Rev Pesq. Saúde

ISSN 2236-6288 (online)

ISSN 2179-6238 (impresso)