IMPACTOS DAS QUEIMADAS SOBRE A SAÚDE DA POPULAÇÃO HUMANA NA AMAZÔNIA MARANHENSE / BIOMASS BURNING IMPACT ON THE HUMAN POPULATION HEALTH IN THE AMAZON REGION FROM MARANHÃO

Mayana Mendes e Silva Luana, Fabrício Ribeiro de Castro, Denise Maria Ramalho Ferreira Bastos, Jorge Luiz Silva Nunes

Resumo


Introdução: No Brasil, a origem das queimadas no ambiente rural está relacionada com o meio de produção, que tem no manejo
do fogo a solução mais rápida e econômica para geração de renda na agricultura, proporcionando consequências deletérias
para a vida do agricultor e das comunidades. Objetivo: Analisar as interações antropogênicas e climáticas no município de
Barra do Corda a partir da comparação entre casos de internações de doentes com problemas respiratórios e focos de calor.
Métodos: Os dados foram obtidos do Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde (DATASUS/SUS), Instituto
Nacional de Pesquisas Espaciais e dos boletins Monthly Climatic Data for The World (MCDW) e analisados por meio da Correlação
Linear de Pearson, Correlação de Spearman e Correlação Parcial. Resultados: Os focos de calor apareceram com maior
frequência no período seco. Não houve sazonalidade nos casos de asma em idosos maiores de 70 anos e internações por Doenças
do Aparelho Respiratório. As crianças menores de 4 anos apresentam problemas respiratórios com maior frequência no
início do período chuvoso e fim do período seco. Conclusão: Os resultados revelaram a correlação positiva entre o número de
internações por Doenças do Aparelho Respiratório, pressão atmosférica e número de focos de calor.

Palavras-chave: Material particulado. Poluição do ar. Doenças respiratórias. Saúde pública.

Abstract
Introduction: In Brazil, the origin of burnings in the rural environment is related to the form of production, which has in fire
management the fastest and most economical solution for generating income in agriculture, with deleterious consequences for
the life of the farmer and the communities. Objective: This study aimed to analyze anthropogenic and climatic interactions
from the comparison between cases patients register with respiratory problems and hotspots. Methods: The data were
obtained from Hospital Information System of SUS (DATASUS/SUS), National Institute of Spatial Research and the bulletins from
MCDW (Monthly Climatic Data for The World). It was used three different statistical methods: Pearson's Linear Correlation,
Spearman's Correlation and Partial Correlation. Results: Our results demonstrate seasonality of the hotspots on dry season.
Concerning to internments caused by diseases in respiratory system, there was not seasonality to asthma cases in people over
70 years old. Diseases in respiratory system in children before 4 years old was concentrated in the beginning of the wet period
and in the end of dry period. Discussion: Some studies have shown a greater occurrence of respiratory diseases in the elderly
and children when compared with other ages. Conclusion: The research showed positive correlation between the number of
patience with respiratory diseases, atmospheric press and number of the hotspots

Keywords: Particulate matter. Air pollution. Respiratory Tract Diseases. Public Health.


Palavras-chave


Saúde Coletiva; saúde Pública; Otorrinolaringologia, Pneumologia.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 Revista de Pesquisa em Saúde

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Rev Pesq. Saúde

ISSN 2236-6288 (online)

ISSN 2179-6238 (impresso)