FATORES ASSOCIADOS AO VÍRUS HPV E LESÕES CERVICAIS EM MULHERES QUILOMBOLAS / FACTORS ASSOCIATED WITH HPV VIRUS AND CERVICAL LESIONS IN QUILOMBOLA WOMEN

José Eduardo Batista, Silvio Gomes Monteiro, Omar Khayyam Duarte do Nascimento Moraes, José Eduardo Batista Filho, Walder Jansen de Mello Lobão, Gerusinete Bastos Santos, Breno Facundes Bonfim

Resumo


Introdução: O Papilomavirus Humano é reconhecido como o principal agente causador do câncer do colo do útero. A identificação de HPV de alto risco pode auxiliar na prevenção de lesões do colo uterino. Objetivo: Identificar os tipos de HPV oncogênicos da região do Quilombo de Juçatuba, no município de São José de Ribamar (MA), e avaliar os fatores de risco associado à infecção do HPV com anormalidades citológicas. Métodos: Estudo transversal com 150 mulheres quilombolas residentes no município de São José de Ribamar (MA), para rastreamento do câncer do colo uterino. A coleta foi realizada no período de março a julho de 2012. Foram coletadas amostras da cérvice uterina por meio do exame citopatológico. A tipagem molecular de HPV foi realizada por meio da Reação em Cadeia da Polimerase e para a genotipagem do HPV-DNA foi utilizado ensaio de hibridização reversa em pontos. Resultados: Das 150 amostras, 16 (10,6%) foram positivas para HPV, sendo identificados os tipos 33, IS39, 52, 54, 56, 58, 59, 62, 66, 68, 70, 72, 73 e 84, além de infecções múltiplas. A maior prevalência foi para o HPV 58 (25%), considerado de alto risco. O HPV foi identificado em 5,5% (2/36) dos esfregaços inflamatórios de mulheres com 30 anos de idade ou menos (p<0,0001). A infecção por HPV, segundo variáveis demográficas comportamentais e reprodutivas, não apresentou variável estatisticamente significante. Conclusão: A presença de HPV e o câncer de colo uterino destacam a importância de ações específicas para a prevenção na transmissão desse vírus e rastreamento nos Quilombos maranhenses. Enfatiza-se a necessidade de programas de controle e prevenção nessa população contribuindo para a detecção e tratamento precoces do câncer colo do útero.

Palavras-chave: Papilomavirus humano. Citologia. Quilombolas.

Abstract
Introduction: The Human Papillomavirus (HPV) infection is known as the main cause of cervical cancer. The identification of individuals at high risk to be infected by HPV may help prevent cervical lesions. Objective: To identify the types of oncogenic HPV types in individuals from the region of Quilombo Juçatuba, in the city of São José de Ribamar, Maranhão, Brazil and evaluate the demographic risk associated with HPV infection as well as cytologic abnormality. Methods: Cross-sectional study with 150 women for cervical cancer screening in the city of São José de Ribamar, Maranhão, Brazil. Samples of the uterine cervix of Quilombola women were collected for the Pap smear test from March to July 2012. Molecular typing of HPV was done by polymerase chain reaction. Genotyping of HPV was performed by the reverse dot blot hybridization. Results: Of the 150 samples tested, sixteen (10.6%) were positive for HPV. We identified the types 33, IS39, 52, 54, 56, 58, 59, 62, 66, 68, 70, 72, 73 and 84. Multiple infections were also found. The highest prevalence was for the HPV type 58 (25%) that is considered a high-risk HPV type. HPV was identified in 5.5% (2/36) of inflammatory smears of women who were 30 years or younger (p<0.0001). Regarding HPV infection according to behavioral and reproductive demographic variables, there was no statistically significant variable. Conclusion: The presence of HPV and cervical cancer highlights the importance of specific actions that aim at preventing the transmission of this virus and the screening of this infection in Quilombos from Maranhão, Brazil. We also highlight the necessity of control and prevention programs against HPV in order to contribute for early detection and treatment of cervical cancer in this population.

Keywords: Papillomavirus. Cytology. Quilombolas.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2014 Revista de Pesquisa em Saúde

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Rev Pesq. Saúde

ISSN 2236-6288 (online)

ISSN 2179-6238 (impresso)