PESO E VELOCIDADE DE GANHO PONDERAL EM CRIANÇAS ACOMPANHADAS EM PROGRAMA DE INCENTIVO À AMAMENTAÇÃO / WEIGHT AND WEIGHT GAIN VELOCITY IN CHILDREN FOLLOWED IN A PROGRAM TO ENCOURAGE BREASTFEEDING

Maria da Graça Mouchrek Jaldin, Feliciana Santos Pinheiro, Alcione Miranda dos Santos, Nivaldo Costa Muniz

Resumo


Introdução: O aleitamento materno exclusivo, nos primeiros seis meses de vida, promove o crescimento infantil saudável. Objetivo: Analisar peso e velocidade do ganho ponderal, com relação ao padrão World Health Organization (WHO)/2006, em crianças amamentadas exclusivamente até o sexto mês, acompanhadas em um programa de incentivo à amamentação. Métodos: Estudo longitudinal realizado em Banco de Leite Humano (BLH), de outubro/2007 a novembro/2008. Amostra não probabilística, com 328 crianças a termo, peso ao nascer igual ou superior a 2,5kg e inferior ou igual a 4,0kg, em aleitamento exclusivo, do nascimento ao sexto mês. Avaliou-se o crescimento por meio de médias, desvio padrão; a velocidade do ganho ponderal, por meio de percentis. Finalizaram o estudo 181 crianças. Resultados: Meninos foram mais pesados que meninas, do primeiro ao sexto mês. Meninos e meninas dobraram peso médio de nascimento por volta do terceiro e quarto meses, respectivamente. A maior velocidade no ganho ponderal médio mensal ocorreu nos dois primeiros meses, em ambos os sexos, sendo mais expressiva nos meninos. A desaceleração na velocidade do ganho ponderal diário iniciou-se no segundo mês. O peso médio mostrou-se acima do padrão a partir do 3º mês. A velocidade de ganho ponderal acompanhou o percentil 50 do padrão, porém com desempenho melhor. Conclusão: O crescimento e a velocidade de ganho ponderal, em crianças amamentadas exclusivamente, assemelhou-se ao modelo WHO/2006.

Palavras-chave: Crescimento. Ganho ponderal. Amamentação.

Abstract
Introduction: Exclusive breastfeeding in the first six months of life promotes the infant growth. Objective: To evaluate weigh and velocity in weight gain, according to the standard of WHO / 2006, in infants that are exclusively breastfed till six months in a breastfeeding promotion program. Methods: Longitudinal research carried out at the Human Milk Bank from October/2007 to November/2008. A non-probability sample of 328 full term infants, with birth weight equal to or over 2.5 kg and lower or equal to 4.0kg who were exclusively breastfed since their birth. The growth was evaluated through mean standard deviation; the velocity in weight gain, through percentiles. 181 infants concluded the study. Results: Males weighed more than females from the first to the sixth month. Both males and females doubled their mean birth weight around the third and fourth months, respectively. The highest velocity of the mean monthly weight gain occurred in the first two months of life for both genders being more expressively in males. The slowdown in velocity of the daily weight gain started in the second month. The mean weight was superior to the standard value from the third month. The velocity of weight gain followed the 50th percentile curve of the standard value, however, with a better result. Conclusion. The growth and the velocity of weight gain in exclusively breastfed infants were alike the standards of WHO/2006.

Keywords: Growth. Weight gain. Breastfeeding.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2014 Revista de Pesquisa em Saúde

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Rev Pesq. Saúde

ISSN 2236-6288 (online)

ISSN 2179-6238 (impresso)