PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE CASOS DE TUBERCULOSE EM UM MUNICÍPIO PRIORITÁRIO NO ESTADO DO MARANHÃO

Mário Fernando Viana de Moraes, Rita da Graça Carvalhal Frazão Corrêa, Nair Portela Silva Coutinho, Arlene de Jesus Mendes Caldas, Tereza Cristina Silva, Kézia Cristina Batista dos Santos, Aruse Maria Marques Soares, Mara Ellen Silva Lima, Dorlene Maria Cardoso de Aquino

Resumo


Introdução: A Tuberculose é uma doença intimamente ligada aos determinantes sociais da saúde, uma vez que possui profundas
raízes sociais e geralmente está diretamente relacionada a estados de pobreza e a má distribuição de renda. Objetivo: Analisar
o perfil clínico e epidemiológico dos casos de tuberculose de um município prioritário para o controle no Estado do Maranhão.
Métodos: Estudo descritivo, realizado com levantamento na base de dados do Sistema de Informação de Agravos de
Notificação no estado do Maranhão. A coleta foi realizada por meio de um instrumento contendo as variáveis: sexo, faixa etária,
escolaridade, procedência, forma clínica da doença, tipo de tratamento, baciloscopia, testagem para HIV e exame nos contatos.
Resultados: Foram notificados 56 casos de tuberculose, sendo a maioria do sexo masculino (57%), idade entre 20 e 19 anos
(34%), cor parda (89%), ensino fundamental incompleto (75%). A forma pulmonar foi mais frequente e 48% realizaram o teste de
HIV. Menos da metade dos contatos foram examinados (43%). Conclusão: O perfil clínico e epidemiológico de indivíduos acometidos
por tuberculose foi de indivíduos masculinos adultos, com doença pulmonar, em condições sociais desfavoráveis.

Palavras-chave: Tuberculose. Epidemiologia. Prevalência. Atenção Primária à Saúde. Avaliação em Saúde.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Revista de Pesquisa em Saúde

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Rev Pesq. Saúde

ISSN 2236-6288 (online)

ISSN 2179-6238 (impresso)