Revista Húmus

Esta revista é um periódico da Universidade Federal do Maranhão, nas seguintes áreas de concentração: Direito (B1), Letras (B3), Sociologia (B3), Filosofia (B4), Psicologia (B4) e Desenvolvimento Regional. Cabe lembrar, que é de grande pertinência aos Estudos Interdisciplinares em Ciências Humanas e os conceitos de Contingência e Técnica. Tem a pretensão de analisar o impacto da Técnica Moderna na sociedade contemporânea, os diversos aspectos da condição humana na contemporaneidade, e ainda, os elementos trágicos e contingentes nas sociedades pós-modernas, dando relevo tanto a questões teóricas como as específicas sobre o comportamento humano, as ações políticas, as diversas organizações sociais, tribais e individuais presentes no mundo moderno e pós-moderno.

Este periódico está disponível no sistema LIVRE,  indexado no Google Acadêmico, no Portal do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER/IBICT), no Latindex (Sistema Regional de Informação em Linha para Revistas Científicas da América Latina, Caribe, Espanha e Portugal), Cadastrado no Diadorim, diretório de políticas das revistas científicas brasileiras sobre o acesso aberto aos artigos por meio de repositórios institucionais.


Capa/Imagem: Colaboração de Edgar Silveira Franco

A INUTILIDADE DOS PREFÁCIOS

Este prefácio, apesar de interessante, inútil. Alguns dados. Nem todos. Sem conclusões. Para quem me aceita são inúteis ambos. Os curiosos terão prazer em descobrir minhas conclusões, confrotando obra e dados. Para quem me rejeita trabalho perdido explicar o que, antes de ler, já não aceitou. […] Prefácio: rojão do meu eu superior. Versos: paisagem do meu eu profundo. […] Mas todo este prefácio, como todo o disparate das teorias que contém, não vale coisíssima nenhuma.

Mário de Andrade (1922)

 

 


v. 7, n. 19 (2017): KIERKEGAARD E O ESPÍRITO DE SEU TEMPO


Capa da revista
Prof. Dr. Edgar Franco