Quais as habilidades adquiridas na prática do xadrez?

Carlos Osvaldo Kanzler, Leomar Kieckhoefel

Resumo


O xadrez é uma ferramenta educacional fantástica, onde podemos trabalhar diversas habilidades da criança apenas com um simples jogo. A grande maioria das pessoas olha para o xadrez como um jogo que vai ajudar no desenvolvimento matemático, de concentração, velocidade de raciocínio entre outras habilidades voltada a ciência exata. Certamente o xadrez desenvolve, sim, e muito tais habilidades. Mas com as pesquisas bibliográficas realizadas para elaboração deste artigo, consegui entender mais algumas habilidades que desenvolvemos com a prática do xadrez. Tratando-se de um esporte individual muitos não sabem o poder do trabalho social que tem o xadrez, pois após uma partida existe a conversa entre os atletas para apontar onde foram cometidos os erros e os acertos para que na próxima partida não se repita, essa troca de experiência faz com incentive quem perdeu a partida. O xadrez pode ser considerado um esporte pois tem regras e tem um vencedor; uma arte pois utiliza o calculo de lances que muitas vezes são abstratos e também pode ser uma ciência por ser um jogo onde se trabalha com muitos estudos e cálculos exatos.

 


Texto completo:

PDF

Referências


BECKER, Idel. Manual de Xadrez. 13.ed. São Paulo: Livraria Nobel S.A., 2009.

BINET, Alfred. Psychologie dês Grands Calculateurs et Jouers d’échecs. Paris: Hachette, 1894.

CAPABLANCA, Jose Raúl. A Primer of Chess. Harvest Books, Novembro de 2002.

CHRISTIAEN, Johansen; VERHOFSTADT, Lebut. Xadrez e Desenvolvimento Cognitivo. Amsterdan, v.36, 1981.

DA SILVA, Wilson; TIRADO, Augusto. Meu Primeiro Livro de Xadrez. Curitiba: Expoente, 1995.

FERRACINI, L.G. Xadrez no Currículo Escolar - Ensinando xadrez para crianças a partir dos 3 anos de idade. Paraná: Midiograf, 1998.

FERREIRA, S. F. Uma reflexão sobre os jogos, brinquedos e brincadeiras na educação infantil.

GARDENER, Howard, Estruturas da mente: A teoria das Inteligências Múltiplas. Porto Alegre, 1994.

HUIZINGA, Johan. Homo Ludens. In: Coleção Estudos. 5.ed. São Paulo: Perspectiva, 2001.

LASKER, Edward. A Aventura do Xadrez. 2. ed. São Paulo: IBRASA (Instituição Brasileira de Difusão Cultural S.A.), 1962.

LUCENA. Repetición de amores y Arte de Ajedrez, 1497.

PIMENTA, C.J.C. Xadrez: esporte, história e sua influência na sociedade. 2002. Disponível em: http://www.cdof.com.br/xadrez.htm. Acesso em: 22 Set. 2011.

RETI, Richard. Curso Superior de Ajedrez. 1985.




Direitos autorais 2019 Revista Húmus

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN 2236-4358