Das diferenças às desigualdades: reflexões em torno das relações de gênero e sexualidade na escola

Júlio César de Oliveira Santos

Resumo


Neste artigo, apresento algumas reflexões em torno das diferenças e desigualdades de gênero e sexualidade no cotidiano escolar. Em uma perspectiva discursiva, procuro discutir as normas de gênero como resultado de disputas hegemônicas envolvendo lógicas políticas que tensionam sempre o que se estrutura como norma, como fundamento, expondo assim a sua instabilidade. Em seguida, exploro mais precisamente as relações que fazem das diferenças (de gênero e sexualidade) desigualdades. Isto é, questiono-me sobre como são produzidas (como construções hegemônicas e contingentes), e sustentadas – mas também contestadas e subvertidas – as fronteiras entre um “nós” e um “eles” e de que maneira por meio destas são fixadas (contingentemente) posições de sujeitos assimétricas, hierarquizadas, desiguais.

Palavras-chave: Diferenças. Desigualdades. Escola.

 

From differences to inequalities: reflections on gender relations and sexuality in school

ABSTRACT

In this paper, I present some reflections on the differences and inequalities of gender and sexuality in school routine. In a discursive perspective, I try to discuss gender norms as a result of hegemonic disputes involving political logics that always stress what is structured as a norm, as a foundation, thus exposing its instability. Next, I explore more precisely the relationships that make differences (of gender and sexuality), inequalities. That is, I question how are construct (as hegemonic and contingent constructs), and sustained – but also contested and subverted – the boundaries between a “we” and a “them” are produced and how they are (contingently) fixed subject positions as asymmetrical, hierarchical, unequal.

Keywords: Differences. Inequalities. School.

 

De las diferencias a las desigualdades: reflexiones en torno a las relaciones de género y sexualidad en la escuela

RESUMEN

En este artículo, presento algunas reflexiones en torno a las diferencias y desigualdades de género y sexualidad en el cotidiano escolar. En una perspectiva discursiva, procuro discutir las normas de género como resultado de disputas hegemónicas involucrando lógicas políticas que tensionan siempre lo que se estructura como norma, como fundamento, exponiendo así su inestabilidad. A continuación, explotan más precisamente las relaciones que hacen de las diferencias (de género y sexualidad), desigualdades. Es decir, me pregunto sobre cómo se producen (en cuanto construcciones hegemónicas y contingentes), y sostenidas - pero también contestadas y subvertidas - las fronteras entre un “nosotros” y un “ellos” y de qué manera por ellas se fijan (contingentemente) las posiciones de sujetos asimétricos, jerarquizados, desiguales.

Palabras clave: Diferencias. Desigualdades. Escuela.


Palavras-chave


Diferenças. Desigualdades. Escola

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18764/2358-4319.v10n4especialp256-278

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Educação e Emancipação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN online 2358-4319


FINANCIAMENTO

Agradecemos a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico do Estado do Maranhão (FAPEMA) pelo financiamento concedido para as publicações 2017/2019 - Edital Periódico nº 009/2017.

 

INDEXADORES E BASES DE DADOS

  Índice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (Instituto de Investigaciones sobre la Universidad y la Educación - México)

                       

http://diadorim.ibict.br/bitstream/1/817/1/azul.jpgDiretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras

  

LATINDEXSistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal

  

 Directory of Open Access Journals

 

 

 Resultado de imagem para redib

VISITANTE MUNDIAL