Educação e gênero após Auschwitz: em busca de uma educação humanizadora do outro

Jenerton Arlan Schütz, Ivan Schwengber

Resumo


O presente ensaio, de cunho filosófico, tematiza o tratamento da questão da educação e as diferenças de gênero, o que, de fato, é um tema muito complexo em nossa sociedade. Para tanto, parte-se do horizonte do mundo da vida, de modo que o texto é uma tentativa de intencionalidade da consciência. O ethos pedagógico e histórico da sociedade brasileira é o alicerce deste ensaio, no qual categoriza-se o sujeito mulher e, a partir da teoria crítica de Adorno, apresenta um alerta para o papel da educação. Ademais, o texto é uma reflexão sobre as bases epistemológicas e discursivas do tratamento da questão de gênero e seus reflexos para uma educação humanizadora do Outro.

Palavras-chave: Gênero. Educação. Humanização.

 

Education and gender after Auschwitz: in search of humanizing education of the other

ABSTRACT

This philosophical essay deals with the question of education and gender differences, which in fact is a very complex issue in our society. To do so, it departs from the horizon of the world of life, so that the text is an attempt at intentionality of consciousness. The pedagogical and historical ethos of Brazilian society is the foundation of this essay, in which the subject is categorized as a woman and, from Adorno’s critical theory, presents an alert to the role of education. In addition, the text is a reflection on the epistemological and discursive bases of the treatment of the question of gender and its reflexes for a humanizing education of the Other.

Keywords: Gender. Education. Humanization.

 

Educación y género post Auschwitz: en busca de una educación humanista del otro

RESUMEN

El presente ensayo, de carácter fi losófico, tematiza el tratamiento de la cuestión de la educación y las diferencias de género, lo que de hecho, es un tema muy complejo en nuestra sociedad. Para ello, se parte del horizonte del mundo de la vida, de modo que el texto es un intento de intencionalidad de la conciencia. El ethos pedagógico e histórico de la sociedad brasileña es el cimiento de este ensayo, en lo cual se categoriza el sujeto mujer, y a partir de la teoría crítica de Adorno presenta un alerta para el papel de la educación. Además, el texto es una reflexión sobre las bases epistemológicas y discursivas del tratamiento de la cuestión del género y sus reflejos para una educación humanista del Otro.

Palabras clave: Género. Educación. Humanización


Palavras-chave


Gênero. Educação. Humanização

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18764/2358-4319.v10n4especialp124-141

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Educação e Emancipação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN online 2358-4319



FINANCIAMENTO

Agradecemos a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico do Estado do Maranhão (FAPEMA) pelo financiamento concedido para as publicações 2017/2019 - Edital Periódico Nº 009/2017.

 

 

INDEXADORES E BASES DE DADOS

  Índice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (Instituto de Investigaciones sobre la Universidad y la Educación - México)

                       

http://diadorim.ibict.br/bitstream/1/817/1/azul.jpgDiretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras

  

LATINDEXSistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal

  

 Directory of Open Access Journals

 

 

VISITANTE MUNDIAL