EDUCAÇÃO INTEGRAL E EMANCIPAÇÃO: limites e contradições das concepções libertária e marxista de formação humana

Cosme Leonardo Almeida Maciel

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo refletir sobre os elementos que caracterizam as perspectivas de educação integral na ótica de libertários e marxistas, a fim de revelar pontos de convergência e/ou divergência. O conceito de educação integral ganha sentido, quando entendido a partir de uma dada concepção de mundo, o que nos remete a pensar: que homens se querem formar? Para qual sociedade? Mediante quais instrumentos e procedimentos? Para tanto, definimos dois pressupostos a serem observados nas duas vertentes: trabalho e formação humana. Em termos metodológicos o trabalho se fundamenta com base em pesquisa bibliográfica e documental, tendo como referencial teórico o materialismo histórico e dialético. A pesquisa revela, a princípio, que trabalho e formação humana se entrelaçam nessas perspectivas, porém com conotações distintas em consonância com seus projetos societários. Ressaltamos que as considerações presentes neste artigo são parciais, pois fazem parte de uma pesquisa mais ampla, ainda em andamento, em nível de doutorado. Acreditamos que as reflexões contidas no presente artigo podem contribuir para o debate referente à temática da emancipação, no contexto de hegemonia do capital.

Palavras-chave: Educação Integral. Emancipação. Formação Humana.

ABSTRACT

The present paper has as purpose to think about the elements that characterize the prospects of the full education in the optics of libertarians and Marxists, in order to reveal convergence and/or divergence point. The concept of full education gains sense, when understood from a given world conception, what make us think: What kind of humans we want to form? For which society? By which instruments and proceedings? For that, we define two assumptions to be observed in two aspects: Work and human formation. In methodological terms the work is founded with basis in bibliographic and documental research, having as theoretical referential the historic and dialectical materialism. The research reveals, initially, that work and human formation are interwoven with these perspectives, however with distinctive connotation according to its societal projects. We emphasize that the considerations presented in this article are partial, but do part of a more comprehensive research, in progress, in doctorate level. We believe that the thoughts presented in the present article could contribute for the discuss referring the emancipation topic, in the capital hegemony.

Keywords: Full education. Emancipation. Human formation.   

RESUMEN

El presente trabajo tiene como objetivo reflejar sobre  los elementos que caracterizan las perspectivas de educación integral en la visión de libertarios y marxistas, a fin de revelar los puntos de convergencia y/o divergencia. El concepto de educación integral gana sentido cuando entendido a partir de una determinada  concepción de mundo lo que nos induce a pensar: ¿qué hombres se quieren formar? ¿Para cuál sociedad? ¿A través de cuál instrumentos y procedimientos? Para tanto, definimos dos presupuestos para seren observados en dos vertientes: trabajo y formación humana. En términos metodológicos el trabajo se fundamenta basado en la investigación bibliográficas y documental, teniendo como referencial teórico el materialismo histórico y dialéctico. La investigación revela, en primer momento, que trabajo y formación humana se entrelazan en essas perspectivas, pero con connotaciones diferentes en consonancia con sus proyectos de sociedad. Resaltamos que las consideraciones de este artículo son parciales, pues que forman parte de una investigación más amplia, aún en proceso, en nivel de doctorado.  Creemos que las reflexiones contenidas en este artículo pueden contribuir para el debate sobre la temática de la emancipación en el contexto de la hegemonia del capital.

Palabras clave: Educación Integral. Emancipación. Formación Humana.


Palavras-chave


Educação Integral. Emancipação. Formação Humana.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18764/2358-4319.v9n2p86-107

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Educação e Emancipação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN online 2358-4319


FINANCIAMENTO

Agradecemos a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico do Estado do Maranhão (FAPEMA) pelo financiamento concedido para as publicações 2017/2019 - Edital Periódico nº 009/2017.

 

INDEXADORES E BASES DE DADOS

  Índice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (Instituto de Investigaciones sobre la Universidad y la Educación - México)

                       

http://diadorim.ibict.br/bitstream/1/817/1/azul.jpgDiretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras

  

LATINDEXSistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal

  

 Directory of Open Access Journals

 

 

 Resultado de imagem para redib

VISITANTE MUNDIAL