O cortiço em três versões: adaptações literárias em sala de aula

Ravena Brazil Vinter

Resumo


O artigo resulta de uma dissertação de mestrado que investigou, em uma escola pública de Ensino Fundamental e Médio do município de Guarapari (ES), as relações entre livro, leitor e leitura por meio das contribuições teóricas e metodológicas da Nova História Cultural. A pesquisa foi desenvolvida a partir de três versões da obra O cortiço, de Aluísio Azevedo: adaptação por Fabio Pinto da coleção “É só o começo” (2009); adaptação com roteiro de Ivan Jaf e arte de Rodrigo Rosa em história em quadrinhos (2010) distribuída pelo PNBE; e versão integral (2014 [1890]). A primeira parte do trabalho - bibliográfica-documental - investigou livro e leitura no contexto brasileiro, educação literária no Brasil e procurou saber como se dá a leitura na escola e nos documentos oficiais. Na segunda parte, foi desenvolvido um estudo de caso com grupo focal em que, com alunos pré-selecionados, objetivou-se entender as diferenças de apropriação entre texto integral e suas adaptações. A investigação tornou possível traçar um perfil de leitor de leitura literária da escola campo e chegou à conclusão de que algumas adaptações podem ser instrumentos de mediação de leitura em sala de aula. Os principais autores que nortearam o estudo foram: Chartier (2002, 2013), Dalvi (2013), Zilberman (1999) e Perrotti (1999).

Palavras-chave: Adaptações literárias. Leitura literária. O Cortiço.

O cortiço” in three versions: literary adaptations in a classroom

ABSTRACT

The article results from a master’s dissertation that investigated, in a public elementary and high school in the city of Guarapari (ES), the relationships between book, reader and reading through the theoretical and methodological contributions of the New Cultural History. The research was developed from three versions of the work O cortiço, by Aluísio Azevedo: adaptation by Fabio Pinto of the collection “It’s just the beginning” (2009); adaptation with screenplay by Ivan Jaf and art by Rodrigo Rosa in comic strip (2010) distributed by PNBE; and full version (2014 [1890]). The first part of the work - bibliographic and documentary - investigated books and reading in the Brazilian context, literary education in Brazil and sought to know how reading takes place at school and in official documents. In the second part, a case study was developed with a focus group in which, based on pre-selected students, the aim was to understand the differences in ownership between the full text and its adaptations. The investigation made it possible to draw a profile of literary reading readers from the school and came to the conclusion that some adaptations can be instruments of reading mediation in the classroom. The main authors who guided the study were: Chartier (2002, 2013), Dalvi (2013), Zilberman (1999) and Perrotti (1999).

Keywords: Classic literary adaptations. Literary readings. “O Cortiço”.

O cortiço en tres versiones: adaptaciones literarias en el aula

RESUMEN

El artículo resulta de una tesis magistral que investigó en una escuela pública de Enseñanza Fundamental y Media de la municipalidad de Guarapari (ES), las relaciones entre libro, lector y lectura por medio de los aportes teóricos y metodológicos de la Nueva Historia Cultural. La investigación fue desarrollada a partir de tres versiones de la obra O Cortiço, de Aluísio Azevedo: adaptación por Fábio Pinto de la colección “É só o começo” (2009); adaptación con guión de Ivan Jaf y arte de Rodrigo Rosa en historietas (2010) distribuida por el PNBE; y la versión integral (2014 [1890]). La primera parte del trabajo – bibliográfica – documental – investigó libro y lectura en el contexto brasileño, educación literaria en Brasil y buscó saber cómo se establece la lectura en la escuela y en los documentos oficiales. En la segunda parte, fue desarrollado un estudio de caso con grupo focal en que, con alumnos preseleccionados, se objetivó entender las diferencias de apropiación entre texto integral y sus adaptaciones. La investigación posibilitó esbozar un perfil de lector de lectura literaria de la escuela campo y llegó a la conclusión de que algunas adaptaciones pueden ser instrumentos de mediación de lectura en el aula. Los principales autores que orientaron el estudio fueron: Chartier (2002, 2013), Dalvi (2013), Zilberman (1999) y Perrotti (1999).

Palabras clave: Adaptaciones literarias. Lectura literaria. O Cortiço.


Palavras-chave


Adaptações literárias; Leitura literária; O cortiço

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18764/2358-4319.v13n1p221-244

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Educação e Emancipação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN online 2358-4319


FINANCIAMENTO

Agradecemos a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico do Estado do Maranhão (FAPEMA) pelo financiamento concedido para as publicações 2017/2019 - Edital Periódico nº 009/2017.

 

INDEXADORES E BASES DE DADOS

  Índice de Revistas de Educación Superior e Investigación Educativa (Instituto de Investigaciones sobre la Universidad y la Educación - México)

                       

http://diadorim.ibict.br/bitstream/1/817/1/azul.jpgDiretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras

  

LATINDEXSistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal

  

 Directory of Open Access Journals

 

 

 Resultado de imagem para redib

VISITANTE MUNDIAL