ESTRUTURA DE UMA POPULAÇÃO E ASPECTOS BIOLÓGICOS DE Mugil curema valenciennes, 1836 (PISCES, MUGILIDAE), EM UM MANGUEZAL DA RAPOSA, BRASIL

Maria do Socorro Saraiva Pinheiro, Roberto Goitein

Resumo


Neste estudo são abordados aspectos da população de Mugil curema presente em um manguezal na localidade Raposa, Maranhão, Brasil; abrangendo distribuição de comprimento, proporção sexual, análises macroscópicas das gônadas e comprimento médio de primeira maturação. A amostragem foi mensal, coletada durante o período de agosto de 1999 a novembro de 2000. Foram coletados 2442 exemplares de peixes, dos quais 240 machos, 246 fêmeas e 1956 com sexo indeterminado. A amplitude de comprimento variou entre 87 a 271 mm, com média de 154,47 mm e desvio padrão de 23,83. A proporção sexual foi testada pelo método do Chi-quadrado (χ2< 3,840, p=0,05); o Chi-quadrado obtido foi de 0,08, logo não há diferença significativa ao nível de 5%; portanto, a hipótese de igualdade entre os sexos (1:1) foi aceita. O comprimento médio de primeira maturação obtido para Mugil curema foi de 253,91 mm e o L100 foi de 342,61 mm para sexos grupados. Mugil curema não completa seu ciclo de vida no manguezal.

Descritores: Manguezal. Maturação gonadal. Mugil curema. Maranhão.

Abstract

Population structure and biological aspects of Mugil curema valenciennes, 1836 (Pisces, Mugilidae) in a mangrove from Raposa municipality, Brasil. This study analyzes aspects of a population of Mugil curema present in a mangrove forest in the locality Raposa, São Luis Island, Maranhão, Brazil; the study cover length distribution, sex ratio, macroscopic analysis of the gonads and mean length at first maturity. Sampling was done monthly, between August 1999 and November 2000. We collected 2442 specimens of fish, 240 males, 246 females and 1956 undetermined sex. Length varied between 87-271 mm with a mean of 154.47 mm and a standard deviation of 23.83. Sex ratio was tested by Chi-square test with one degree of freedom (χ2 < 3.840, p=0,005), Chi-square obtained indicates no significant difference. So the hypothesis of equal proportion of the sexes (1:1) was accepted. A length at first maturity (L50) obtained for Mugil curema was 253.91 mm and 342.61 mm L100 was for grouped sexes. Considering that every stage of gonadal maturity were observed Mugil curema not complete their life cycle in the mangrove.

Descriptors: Mangrove. Gonadal maturation. Mugil curema. Maranhão.


Palavras-chave


Manguezal; Maturação gonadal; Mugil curema; Maranhão

Texto completo:

PDF


Rev Cienc Saude

ISSN 2526-6179 (online)

ISSN 1516-7534 (impresso)