PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DAS GESTANTES ATENDIDAS NA CONSULTA DE PRÉ- NATAL DE UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE EM SÃO LUÍS-MA

Nataniele Aragão de Souza, Lorena Lauren Chaves Queiroz, Rafaelle Cristina Cruz da Silva Queiroz, Thatiana Silvestre Fernandes Ribeiro, Maíse do Socorro Santos Fonseca

Resumo


O objetivo do estudo  foi  identifcar o perfl epidemiológico das gestantes atendidas na consulta de pré-natal de uma UBS em São Luís-MA, 2013. A coleta de dados foi feita a partir de entrevista com gestantes que realizaram consulta de pré-natal no período de abril a maio. Os resultados mostram a prevalência da faixa etária de 20 a 25 anos (70%), com renda
familiar entre um e três salários mínimos (68%), com o ensino médio completo (40%), unidas consensualmente (50%). A
idade da sexarca predominante foi entre 16 a 19 anos (48%), o método contraceptivo mais utilizado anteriormente a gestação foi o preservativo masculino (62,2%). A maioria das participantes tiveram entre um a três partos normais anteriores (87,5%), nunca sofreram aborto (76%). Destas 46% estavam no 2º trimestre de gestação e 68% realizaram de 1 a 3 consultas de pré-natal, 72% realizaram  todos os exames  laboratoriais e 79,1% referiram  ter feito de uma a  três ultrassonografas, 82% não foram encaminhadas ao dentista.  A maioria estava com o esquema vacinal em dia (54%), sendo acompanhadas pelo médico (54%) e 70% responderam não ter recebido nenhuma orientação sobre amamentação, cuidados com RN, parto e puerpério. Portanto conhecer aspectos relacionados à saúde reprodutiva e sexual dá subsídios para melhorias nas ações de promoção e prevenção a saúde, bem como na qualidade da assistência prestada à mulher no período gravídico.

Descritores: Pré-natal. Epidemiologia. São Luís-MA.

Abstract

 

Epidemiologic profle of pregnant women in prenatal consultation in a Healthy Basic Unit from São Luis-
MA. The aim of the study was to identify the epidemiologic profle of pregnant women in prenatal consultation of a Healthy Basic Unit  from Sao Luis-MA. Data  collection was made  from  interviews with pregnant women who  received prenatal consultation in the period from april to may. The results show the prevalence of age group 20-25 years (70%), family income
between one and  three minimum wages  (68%), with  secondary education  (40%), consensually united  (50%). The age of frst sexual  intercourse was prevalent between 16-19 years (48%),  the most widely used method of contraception prior  to pregnancy was the condom (62.2%). Most participants had one to three previous normal deliveries (87.5%), never suffered miscarriages (76%). Of these 46% were in the second trimester of pregnancy and 68% had 1-3 prenatal visits, 72% performed all laboratory tests, and 79.1% reported having done one to three ultrasounds, 82% were not referred to dentist. Most were with the vaccine schedule for the day (54%), being followed by doctors (54%) and 70% reported not having received any guidance on breastfeeding, newborn care, childbirth and postpartum. So know aspects  related  to  reproductive and sexual health gives grants for improvements in the actions of health promotion and prevention, as well as the quality of care provided to women during pregnancy.

Descriptors: Prenatal. Epidemiology. Sao Luis-MA.


Palavras-chave


Pré-natal; Epidemiologia; Gravidez; Gestante

Texto completo:

PDF


Rev Cienc Saude

ISSN 2526-6179 (online)

ISSN 1516-7534 (impresso)