AVALIAÇÃO ANTROPOMÉTRICA E HÁBITOS DE VIDA DE MULHERES A PARTIR DE 50 ANOS PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA EM UM PROGRAMA DE ORIENTAÇÃO FÍSICA E NUTRICIONAL EM SÃO LUÍS – MA

Joyce de Oliveira Bezerra, Olívia Maria Machado Andrade, Ângela Tâmara Lemos Souza, Rodrigo de Sousa Barcelos Barroqueiro, Elizabeth de Sousa Barcelos Barroqueiro

Resumo


A relação entre atividade física, saúde, qualidade de vida e envelhecimento vem sendo cada vez mais discutida e analisada cientifcamente. Atualmente é praticamente um consenso entre os profssionais da área de saúde que a atividade física é um fator determinante no sucesso do processo de envelhecimento. O objetivo deste estudo foi avaliar o estado nutricional e hábitos de vida de mulheres a partir de 50 (cinquenta) anos participantes de um programa de atividade física e alimentação saudável da secretaria municipal de segurança alimentar em São Luís-MA. A pesquisa foi de natureza transversal, de base
populacional, descritiva e exploratória. A população foi composta por 63 mulheres praticantes de atividade física com idade a partir de 50 anos, sendo 50,80%, de 50 a 59 anos, consideradas adultas e 49,20% a partir de 60 anos, consideradas idosas. Os resultados mostraram que dentre as mulheres adultas pesquisadas com idade de 50 e 59 anos ocorreu uma prevalência de  de sobrepeso (47%) e entre as idosas foi de normalidade. Todas as mulheres tinham ao menos uma patologia, e a doença mais frequente foi osteoporose. Conclui-se que a maioria das mulheres a partir de 50 anos mesmo participando de um programa de
atividade física e alimentação saudável em São Luís-MA estão com sobrepeso ou acima do peso e possuem risco aumentado ou muito aumentado para desenvolver doenças crônicas, no entanto possuem hábitos de vida saudáveis.


Descritores: Mulheres; Avaliação antropométrica; Atividade física; Hábitos de vida.

Abstract:  Nutritional status evaluation and habits of women´s life from fifty years old attending a program of physical activity and healthy eating of the municipal food security in São Luis. The relationship between physical activity, health, quality of life and aging is increasingly being discussed and analyzed scientifically. Today is almost a consensus among health professionals that physical activity is a determinant factor in the success of the process of aging. The objective of this study was to evaluate the nutritional status and habits of women’s life from 50 (ffty) years old attending a program of physical activity and healthy eating of the municipal food security in Sao Luis, MA. The research was of cross-cutting nature and population-based, descriptive and exploratory. The population consisted of 63 physically active women aged from 50 years, being 50.80%, from 50 to 59 years considered adults and 49.20% from 60 years, considered elderly. The results showed that among adult women
surveyed aged 50 and 59 years there was a prevalence of overweight (47%) and among elderly women was normal. All women had, at least, one pathology and the more frequent disease was osteoporosis. The conclusion was  that the majority of women from 50 years old  even participating in a   physical activity and healthy eating program in  Sao Luis-MA are overweight or have increased or greatly increased risk to develop chronic diseases, even having a healthy lifestyle.

Descriptors: Women; Anthropometric assessment; Physical activity; Lifestyle.


Palavras-chave


Mulheres; Avaliação antropométrica; Atividade física; Hábitos de vida

Texto completo:

PDF


Rev Cienc Saude

ISSN 2526-6179 (online)

ISSN 1516-7534 (impresso)