A CONDIÇÃO DA MULHER NEGRA NO ROMANCE “PONCIÁ VICÊNCIO”: dor, opressão e violência

Elen da Silva, Sebastião Cardoso

Resumo


RESUMO: Este artigo constitui uma leitura do romance Ponciá Vicêncio (2003), de Conceição Evaristo, objetivando analisar como se configura a temática da violência – física e/ou simbólica – na protagonista. A obra é apresentada através de uma narrativa memorialística, com enfoque na personagem Ponciá Vicêncio, que intitula o romance, ex-habitante das terras do Senhor Vicêncio. A narrativa expõe as experiências adquiridas pela protagonista, além dos tipos de violências dos quais é vítima, e as diversas perdas que a protagonista sofre ao longo de sua trajetória: perdeu seu pai, avô, sua mãe e irmão desapareceram; gerou e perdeu os sete filhos; perdeu a fé na vida; perdeu-se em suas fantasias. Conceição Evaristo perfaz a vida de Ponciá em suas inúmeras e infelizes situações. Nessa perspectiva, faremos a análise do romance, considerando as seguintes questões: gênero, violência, opressão e raça.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2016 Littera on line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Littera online

ISSN 2177-8868

Indexação:

Resultado de imagem para latindex

Resultado de imagem para miar Information Matrix for the Analysis of Journals

Sumários.org