AS CRENÇAS NO RIO OITOCENTISTA: UM ESTUDO SOBRE A REPRESENTAÇÃO DO SAGRADO RELIGIOSO EM ESAÚ E JACÓ DE MACHADO DE ASSIS

Welton Pereira e Silva

Resumo


RESUMO: A obra machadiana possui todas as suas facetas amplamente estudadas e, como não poderia deixar de ser, a marca da religiosidade na produção literária deste autor é também uma característica que deve ser descrita e analisada. No presente trabalho, procuramos estudar os aspectos religiosos que compõem grande parte da temática do romance Esaú e Jacó (1904). Chamamos a atenção, nesta análise, para o destaque que Machado de Assis dá ao sincretismo religioso tão característico da cultura brasileira, já que, apesar de profundamente influenciado pela tradição cristã, o romance supracitado descreve cenas, idéias e reflexões que se relacionam com outras crenças e religiões.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2015 Littera on line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Littera online

ISSN 2177-8868

Indexação:

Resultado de imagem para latindex

Resultado de imagem para miar Information Matrix for the Analysis of Journals

Notícias