LA NOVELA DE MI VIDA, DE LEONARDO PADURA: REFLEXÃO TEÓRICA A PARTIR DA PRÁTICA DE TRADUÇÃO

Nathália Hecz Couto

Resumo


Neste artigo, apresenta-se uma reflexão teórico-prática a partir de tradução ao português brasileiro de parte de La novela de mi vida, romance do escritor cubano Leonardo Padura (2002). Com base na tradução realizada pela autora deste trabalho, destacam-se características da tradução literária e aspectos culturais envolvidos nesse processo. Para refletir sobre aspectos referentes à linguagem literária e equivalência, são citados Rónai (1981, 1983), Bassnett (2003) e Pym (2011). Venuti (2002) e Frota (2000) fundamentam as reflexões teóricas referentes à formação de identidade cultural e à tradução como atividade de produção de significados. Após, procede-se à análise de exemplos retirados da tradução apresentada. Por fim, considera-se a tradução como um trabalho não mecânico: é centrado no sentido do texto original e na língua para a qual se traduz. Enfatiza-se também, o impacto cultural que a atividade tradutória é capaz de produzir.

Palavras-chave


Tradução literária; La novela de mi vida; Leonardo Padura; Literatura hispano-americana.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2019 Littera on line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Littera online

ISSN 2177-8868

Indexação:

Resultado de imagem para latindex

Resultado de imagem para miar Information Matrix for the Analysis of Journals

Notícias