O LETRAMENTO ESCOLAR É UMA PRÁTICA DISCURSIVA?

Jonilson Moraes

Resumo


Neste artigo, objetivo abordar o letramento escolar a partir do conceito de prática discursiva filiado ao quadro teórico desenvolvido por Dominique Maingueneau, considerando-o como um processo de enunciação de discursos realizado pela comunidade discursiva escolar por meio da escrita e da oralidade e sobre as práticas de leitura e de escrita, restrito por formações discursivas que exercem forças coercivas sobre o mesmo. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica e interpretativista. A pesquisa aponta para a compreensão das práticas de letramento escolar como sendo constituídas por formações discursivas, que estabelecem um sistema de regras que agrupa enunciados materializados em gêneros discursos, que, por sua vez, estruturam os eventos de letramentos produzidos por comunidades discursivas, as quais enunciam sobre as práticas de leitura e escrita no âmbito da instituição escolar.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Littera on line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Littera online

ISSN 2177-8868

Indexação:

Resultado de imagem para latindex

Resultado de imagem para miar Information Matrix for the Analysis of Journals

Sumários.org