ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS, A MENINA DE LÁ E AS MARGENS DA ALEGRIA: UMA PONTE ENTRE LEWIS CARROLL E GUIMARÃES ROSA

Isabella Marucci

Resumo


Este ensaio possui como objetivo realizar uma análise de ordem comparatista, entre os contos A menina de lá e As margens da alegria, ambos de Guimarães Rosa, e Alice no país das maravilhas, de Lewis Carroll. Por meio da observação acerca de como se dá a crítica social reflexiva entre narrativas compostas em diferentes contextos culturais, procura-se estabelecer, nesse processo, um possível diálogo entre as diferentes expressões literárias. Para tanto, parte-se, primeiramente, das semelhanças entre os enredos, tais como o gênero; assim como a constituição da consciência dos personagens, inseridos em âmbitos sociais de cunho utópico/distópico. Pontua-se também as peculiaridades de ambas, como o enredo e a linguagem utilizada, que ressaltam as particularidades de cada obra literária, marcando o contexto sócio-histórico; permitindo uma melhor compreensão do texto literário e uma ponderação acerca da construção do efeito de sentido do mesmo, enquanto gerador de questões críticas e reflexivas.


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2018 Littera on line

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Littera online

ISSN 2177-8868

Indexação:

Resultado de imagem para latindex

Resultado de imagem para miar Information Matrix for the Analysis of Journals

Sumários.org