BIOGEOGRAPHICAL DISTRIBUTION OF THE SOUTH MESOREGION, MARANHÃO, BRAZIL

Yuri Teixeira Amaral, Gustavo Pereira Lima, Carlos Alberto Algarves Peixoto Neto, Mayanna Karlla Lima Costa, Glécio Machado Siqueira

Resumo


Abstract

The Mesoregion South Maranhense covers the 19 cities located at the extreme south of the Maranhão state and is geographically in three Microregions: The Chapada das Mangabeiras, Gerais de Balsas and Porto Franco. The climate is semi-humid tropical and humid tropical type, in the Chapada das Mangabeiras and Porto Franco respectively. Central Plateau and Chapada of the Parnaíba basin, with elevated areas, and hills occurrences, characterize the relief. This work aimed to characterize the south mesoregion of Maranhão State. The predominant biome is cerrado, with small sized trees and tortuous stems, featuring the several Phyto physiognomy of the biome. In the region predominates the archaeological sites where evidence the colonization of the region by nomadic peoples who lived by hunting, fisheries, and subsistence agriculture. In economic terms, the region has vast fields of extensive cattle and the presence of agribusiness. In relation to the occupation by demography, the South does not present urban agglomerations, the population density is of 4.2 inhabitants/ km². The main conservations units of the region are: Chapada das Mesas National Park and Parnaíba Headwater River National Park both seeking the protection of the natural resources, of the cerrado biome fauna and flora.

Keywords: Maranhense South. Biogeographical aspects. Maranhão.

DISTRIBUIÇÃO BIOGEOGRÁFICA DA MESORREGIÃO SUL, MARANHÃO, BRASIL

Resumo

A Mesorregião Sul Maranhense abrange os 19 municípios situados ao extremo sul do Estado do Maranhão e geograficamente está em três Microrregiões: Chapada das Mangabeiras, Gerais de Balsas e Porto Franco. O clima da
região é do tipo tropical semi-úmido e tropical úmido, na Chapada das Mangabeiras e Porto Franco respectivamente. O relevo se caracteriza por Planalto Central e Chapada da bacia do Parnaíba, com áreas elevadas, e ocorrências de serras. Objetivou neste trabalho caracterizar a mesorregião sul do Estado do Maranhão. O bioma predominante é o cerrado, com árvores de porte baixo e caules tortuosos, caracterizando as diversas fitofisionomias do bioma. Na região predomina os sítios arqueológicos onde evidenciam a colonização da região, por povos nômades, que viviam da caça, pesca e da agricultura de subsistência. Em termos econômicos, a região possui vastos campos de pecuária extensiva, e a presença do agronegócio. Com relação a ocupação por demografia, o Sul não apresenta aglomerados urbanos, a densidade populacional é de 4,2 habitantes/km2. As principais unidades de conservação da região são: Parque Nacional da Chapada das Mesas e Parque Nacional das Nascentes do Rio Parnaíba ambas visam a proteção dos recursos naturais, fauna e flora do bioma cerrado.

Palavras-chave: Sul maranhense. Aspectos biogeográficos. Maranhão.


Palavras-chave


Maranhense South; Biogeographical aspects; Maranhão

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22615/jgm-1.1-5810

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Journal of Geospatial Modelling

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN 2526-1746