EDUCAÇÃO DO CAMPO E O ENSINO DA MATEMÁTICA: uma relação possível

Fernando de Cândido Pereira, Karine Pereira da Silva

Resumo


O presente artigo tem como objetivo mostrar que a matemática pode ser relacionada ao cotidiano do aluno do campo e que essa relação desencadeia papel importante no processo de ensino e aprendizagem. Divulga-se assim o método que um professor de práticas agrícolas utiliza em suas aulas, mostrando que é possível relacionar a matemática aos saberes e à cultura do povo do campo. Metodologicamente a pesquisa foi submetida a uma abordagem qualitativa, com realização de entrevista, aplicação de questionário e observações. Como resultado, foi possível perceber que a matemática terá um maior sentido para os alunos se for trabalhada na visão Etnomatemática, na qual os alunos se sentem verdadeiramente inseridos na sua realidade cultural. O professor participante da pesquisa utilizou-se de um método que proporciona aos alunos condições satisfatórias de aprendizagem e que juntos pode transformar o ensino tradicional em um ensino de qualidade, que valorize o povo do campo enquanto pessoas inseridas no seu espaço cultural. Além disso, evidencia-se que é possível desenvolver práticas pedagógicas articuladas ao cotidiano do aluno e que é importante a troca de conhecimentos entre professor, aluno e sociedade.

Palavras-chave: Método. Matemática. Etnomatemática. Saberes.

Resumen

El presente artículo tiene como objetivo mostrar que las matemáticas pueden relacionarse con el cotidiano del alumno del campo y que esa relación desempeña un papel importante en el proceso de enseñanza aprendizaje. Se da a conocer el método que un profesor de prácticas agrícolas utiliza en sus clases, demostrando que es posible relacionar las matemáticas a los saberes y a la cultura campesina. Metodológicamente, la investigación fue realizada desde la perspectiva cualitativa, realizando entrevistas, aplicando cuestionarios y realizando observaciones. Como resultado, fue posible percibir que las matemáticas tendrán un mayor sentido para los alumnos si fuese trabajada con una visión Etnomatemática, en la que los alumnos se sienten verdaderamente insertos en su realidad cultural. El profesor participante de la investigación utilizó un método que proporciona a los alumnos condiciones satisfactorias para el aprendizaje y que, juntos, se puede transformar la enseñanza tradicional en enseñanza de calidad, que valore al campesinado en cuanto personas insertas en su espacio cultural. Más allá de eso, quedó claro que es posible desarrollar prácticas pedagógicas vinculadas al cotidiano y que es importante el intercambio de conocimientos entre el profesor, el alumno y la sociedad.

Palabras clave: Método. Matemáticas. Etnomatemática. Saberes.

Abstract

This article aims to show that mathematics can be related to the daily life of the student's field, and that this relationship triggers very important role in the teaching and learning with educational activities for the student's field. So was thus disclose the method the professor of agricultural practices used in their classes, showing that it is possible to relate mathematics to the knowledge and culture of the agricultural population. Methodologically the research was subjected to a qualitative approach, conducting interviews, a questionnaire and observation. As a result, it was revealed that math only make sense for students if crafted in Ethno mathematics vision where students feel truly inserted in its cultural reality. The participant research teacher makes use of a method that provides students with favorable conditions of learning and together we can transform traditional teaching in quality education that values the country people as people inserted into their cultural space. In addition, evidence that it is possible to develop pedagogical practices tailored to the student's daily life and what is important to the exchange of knowledge between teacher, student and society.

Keywords: Method. Mathematics. Ethno mathematics. Knowledge.


Palavras-chave


Método. Matemática; Etnomatemática; Saberes

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2447-5777