Análises químicas do solo e o controle de qualidade dos laboratórios

Deleon Bernardes Assunção, Flávia Andrea Nery Silva

Resumo


A agricultura moderna exige o uso de fertilizantes e corretivos em quantidades adequadas para atender a critérios econômicos as necessidades das culturas e conservar e/ou propiciar aumentos na fertilidade do solo, entre outros fatores esta melhoria pode ser atingida através da avaliação da disponibilidade de nutrientes existentes no solo e neutralização de elementos tóxicos. Neste contexto, a análise da fertilidade das terras tem sido um dos principais veículos de transferência aos produtores de tecnologia obtida através de pesquisas, e também uma das principais ferramentas a serem utilizadas para a racionalização dos custos com adubação e calagem de culturas. Para a sua recomendação é indispensável que se utilize dos resultados da análise de solo da maneira mais eficiente possível, desta forma, observa-se a grande importância dos laboratórios de análise de amostras de terra, que tem como função fazer a sua caracterização química e física. A análise de amostras de terra disponibiliza ao produtor rural informações imprescindíveis ao sucesso da sua lavoura e cabe aos laboratórios prezar pelo controle de qualidade das suas operações.


Palavras-chave


Análise, solo, laboratório, qualidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.0000/rtcab.v6i3.524

Direitos autorais 2013 Revista Trópica: Ciências Agrárias e Biológicas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Tróp.: Ci. agr. biol.

ISSN 1982-4831