ARTIGO DE REVISÃO: RESISTÊNCIA DE FUNGOS A FUNGICIDAS INIBIDORES DE QUINONA

Douglas Ferreira Parreira, Wânia dos Santos Neves, Laércio Zambolim

Resumo


Um grande problema no controle de doenças na agricultura é a ocorrência de populações resistentes aos produtos utilizados. Nos últimos anos, uma classe de fungicidas que vem ganhando destaque são os QoI’s, que atuam na
respiração mitocondrial se ligando ao sítio Qo do citocromo bc1. Devido ao uso excessivo desses produtos, vários casos
de resistência já foram relatados em condições de campo. Estudos moleculares identificaram algumas mutações no sítio
alvo, sendo a mais comum a troca de glicina por alanina na posição 143 (G143A). Outros mecanismos de resistência
também foram identificados, como a ocorrência de respiração alternativa e o bombeamento do produto para fora da
célula fúngica por um processo de xenobiose. A compreensão sobre os mecanismos de resistência auxilia na elaboração
de estratégias anti- resistência para serem empregadas nos programas de manejo das culturas.
Palavras-chave: Populações resistentes; Mecanismos de resistência; Controle químico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.0000/rtcab.v3i2.36

Direitos autorais 2010 Revista Trópica: Ciências Agrárias e Biológicas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

R. Tróp.: Ci. agr. biol.

ISSN 1982-4831