A ONIPRESENÇA DO RISCO: breves provocações teórico-analíticas

Francisco Vieira da Silva, Geilson Fernandes de Oliveira

Resumo


Neste ensaio, discutimos, a partir da perspectiva teórica defendida por Foucault, a respeito do poder, saber e do governo de si e dos outros, bem como do breve exame de algumas materialidades discursivas que circularam na mídia digital (três notícias), o modo através do qual o discurso pautado no paradigma do risco, agencia determinados sentidos acerca das formas por meio das quais os sujeitos são levados a constituir-se enquanto subjetividades vigilantes e precavidas.


Palavras-chave


Risco. Subjetividade. Discurso.

Texto completo:

PDF


Cambiassu Est. Comun.

ISSN 2176-5111

INDEXADORES E BASES DE DADOS