A INDÚSTRIA CULTURAL APLICADA À REVISTA BRAVO!

Micaela Lüdke Rossetti

Resumo


Uma indústria que propaga a ideologia das classes dominantes; reproduz a estrutura da sociedade capitalista; transforma a cultura em mercadoria; e padroniza e cria estereótipos ao mesmo tempo em que sente necessidade de produtos novos e individualistas. Este trabalho pretende estudar o fenômeno da indústria cultural no jornalismo de arte brasileiro, a partir de conceituações desenvolvidas pelos teóricos da Escola de Frankfurt, principalmente Theodor Adorno e Max Horkheimer, e pelo sociólogo francês Edgar Morin. Para tal, propõe-se um estudo de caso em que, através da análise de conteúdo, será explorada uma edição da revista BRAVO! com o objetivo de identificar a presença da indústria cultural na publicação.


Palavras-chave


comunicação; indústria cultural; jornalismo de arte; BRAVO!.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2015 Cambiassu: Estudos em Comunicação

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Cambiassu: Estudos em Comunicação

ISSN 2176-5111

INDEXADORES E BASES DE DADOS