ANÁLISE SOCIOECONÔMICA E CARACTERIZAÇÃO DOS SISTEMAS PESQUEIROS DA COMUNIDADE DE IGUAÍBA, MARANHÃO

Yago Bruno Silveira Nunes, Thalline Santos Diniz, Marina Bezerra Figueiredo

Resumo


Este trabalho teve como objetivo identificar e caracterizar os aspectos socioeconômicos dos pescadores artesanais e a atividade pesqueira da comunidade de Iguaíba, localizada no município de Paço do Lumiar, Maranhão. A identificação de campo foi realizada por meio de visitas in loco. A principal técnica de coleta de dados foi a realização de entrevista semiestruturadas, contendo questões abertas e fechadas. Constatou-se que cerca de 95% dos pescadores entrevistados possuem o ensino fundamental incompleto. As pescarias são divididas entre o dono do barco e os pescadores, ou seja, 50% para o dono do barco e os outros 50% é dividido pelos outros pescadores. A comunidade pesqueira da Iguaíba é composta por pessoas que não dependem somente da pesca, mas sim de outras atividades produtivas, como: agricultura e manutenção de embarcações. Foram identificados oito sistemas de produção pesqueira na comunidade, sendo eles pedra, tainheira, malhão, manjuba, tarrafa, corvina, bandeirado e gozeira, em que a falta de investimentos acarreta na pouca autonomia das embarcações, nas condições de armazenamento dos organismos e na manutenção dos petrechos de pesca. A situação financeira das pessoas da região se caracteriza como relativamente baixa, já que dependem exclusivamente da pesca artesanal, da agricultura e de outras atividades lucrativas.


Palavras-chave


Pesca artesanal; Perfil socioeconômico; Atividade pesqueira

Texto completo:

PDF

Referências


ALLISON, E.H.; ELLIS, F. 2001. The livelihoods approach and management of small-scale fisheries. Elsevier Science Ltd. All rights reserved. Marine Policy 25: 377–388.

ALMEIDA, Z.S. 2008. Os recursos pesqueiros marinhos e estuarinos do maranhão: biologia, tecnologia, socioeconômicas, estado da arte e manejo. [Dissertação], Universidade Federal do Pará, Belém.

ALMEIDA, Z.S.; FERREIRA, D.S.C.; NAHUM, V.J.I. 2006. Classificação e evolução das embarcações maranhenses. Boletim Do Laboratório De Hidrobiologia, 19:31-40.

ARAÚJO, C.M.E. 2008. Fauna acompanhante do sistema de produção pesqueira pescada amarela (Cynoscion acoupa – pisces: Scianidae, Lacepéde 1802) desembarcada na praia do Araçagy área do litoral da Ilha do Maranhão, Brasil: subsídios para sua conservação. [Pós-graduação], Universidade Federal do Maranhão, São Luís.

BÉNÉ, C. 2006. Small-scale fisheries: assessing their contribution to rural livelihoods in developing countries. FAO Fisheries Circular. No. 1008. Rome, 46p.

CASTRO, A.C.L. 1998. Idade e crescimento de Plagioscion squamosissimus (Heckel, 1840) (Acanthopterygii, Sciaenidae) do reservatório de Barra Bonita-SP, através da estrutura dos otólitos. Acta Scientiarum 20 (2):179-184.

CLAUZET, M.; RAMIRES, M.; BARRELLA, W. 2005. Pesca artesanal e conhecimento local de duas populações caiçaras (enseada do mar virado e barra do una) no litoral de São Paulo, Brasil. A Linguagem da Ciência. v 4, maio.

CORRÊA, M.A.A.; KAHN, J.R.; FREITAS, C.E.C. 2012. A Pesca No Município De Coari, Estado Do Amazonas, Brasil. Rev. Bras. Eng. Pesca 6(2): I-XII.

DOMINGUEZ, P.S.; ZEINEDDINE, G.C.; ROTUNDO, M.M.; BARRELLA, W.; RAMIRES, M. 2016. A pesca artesanal no arquipélago de Fernando de Noronha (PE). Bol. Inst. Pesca, São Paulo, 42(1): 241–251.

EL-ROBRINI, M.; MARQUES, J. V.; SILVA, M. A. M. A.; EL-ROBRINI, M. H.; FEITOSA, A. C.; TAROUCO, J. E. F.; SANTOS, J. H. S.; VIANA, J. R. 2015. Erosão e progradação do litotal brasileiro/Maranhão. Nov.

ESPÍRITO-SANTO, R.V.; ISAAC, V.J. 2012. Desembarques da Pesca de Pequena Escala no Município de Bragança – PA, Brasil: Esforço e Produção. Boletim Do Laboratório De Hidrobiologia, 25(1):31-48.

FAO. 2015. Estadísticas de pesca y acuicultura. Food And agriculture Organization Of the United Nations. Rome, 107p. ISBN 978-92-5-009987-3.

FERNANDES, S.C.P.; BENTES, A.B.; PEREIRA, L.J.G.; NASCIMENTO, M.S.; SILVA, B.B. 2015. Variação temporal da captura comercial do peixe pedra, Genyatremus luteus, desembarcado em um pólo pesqueiro da costa norte do BRASIL – PENÍNSULA de Ajuruteua – Bragança – PA. Bol. Inst. Pesca, São Paulo, 41(1): 173 – 182.

FIGUEIREDO, M.B.; CARVALHO NETA, R.N.F.; NUNES, J.L.S.; ALMEIDA, Z.S. 2014. Feeding habits of Macrodon ancylodon (Actinopterygii, Sciaenidae) in northeast, Brazil. Revista de Biología Marina y Oceanografía. Vol. 49, Nº3: 559-566, diciembre. DOI 10.4067/S0718-19572014000300012

FONSECA, F.A.L.; CASTRO, A.C.L. 2000. Dinâmica Da Nutrição Da Pescada gó Macrodon Ancylodon (Bloch & Schneider, 1801) (Teleostei: Sciaenidae), Na Costa Do Estado Do Maranhão. Boletim do Laboratório de Hidrobiologia. V. 13, n. 1.

FREIRE, J.L.; SILVA, B.B.; SOUZA, A.S. 2011. Aspectos Econômicos e Higiênico-Sanitários da Comercialização do Pescado no Município de Bragança (PA). Biota Amazônia. Macapá, v. 1, n. 2, p. 17-28.

FREIRE, J.L.; SILVA, B.B. 2008. Aspectos sócio-ambientais das pescarias de camarões Dulcíolas (Macrobrachium amazonicum Heller, 1862 e Macrobrachium rosenbergii de Man, 1879) (decapoda, Palaemonidae) na região Bragantina - Pará – Brasil. Boletim do Laboratório De Hidrobiologia, 21:51-62.

FURTADO JÚNIOR, I.; TAVARES, M.C.S.; BRITO, C.S.F. 2006. Estatísticas das produções de pescado estuarino e marítimo do estado do Pará e políticas pesqueiras. Bol. Mus. Para. Emílio Goeldi. Ciências Humanas, Belém, v. 1, n. 2, p. 95-111, maio-ago.

GARCEZ, D.S.; SÁNCHEZ-BOTERO, J.I. 2005. Comunidades de pescadores artesanais no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Atlântica, Rio Grande, 27 (1): 17-29.

MONTELES, J.S.; CASTRO, T.C.S.; VIANA, D.C.P.; CONCEIÇÃO, F.S.; FRANÇA, V.L.; FUNO, I.C.S.A. 2009. Percepção Socio-Ambiental das Marisqueiras no Município de Raposa, Maranhão, Brasil. Rev. Bras. Eng. Pesca 4(2): 34-45, ISSNe 2175-3008.

MONTELES, J.S.; FUNO, I.C.A.; CASTRO, A.C.L. 2010. Caracterização da pesca artesanal nos municípios de Humberto de Campos e Primeira Cruz – Maranhão. Boletim Do Laboratório De Hidrobiologia, 23:65-74.

MOURÃO, K.R.M.; FRÉDOU, F.L.; ESPÍRITOSANTO, R.V.; ALMEIDA, M.C.; SILVA, B.B.; Thierry FRÉDOU, T.; ISAAC, V. 2009. Sistema de produção pesqueira pescada amarela - Cynoscion acoupa Lacèpede (1802): um estudo de caso no litoral nordeste do Pará – Brasil. B. Inst. Pesca, São Paulo, 35(3): 497 – 511.

MOURÃO, K. R. M. 2007. Sistema de produção pesqueira pescada amarela (Cynoscion acoupa Lacèpede, 1802) e Serra (Scomberomorus brasiliensis Collette, Russo & Zavalla-Camin, 1978) no litoral nordeste do Estado do Pará. [Dissertação], Universidade Federal do Pará, 130 p., Belém.

NASCIMENTO, M.J.S.; COELHO-FILHO, P.A.; CASTRO, N.A. 2016. Aspectos sócio-econômicos da pesca artesanal em Suape, cabo de Santo Agostinho, Pernambuco (Brasil). Rev. Bras. Eng. Pesca. 9(1):65-76.

OLIVEIRA, M. R. 2010. Biologia reprodutiva da tainha, Mugil curema Valenciennes, 1836 (Osteichthyes: Mugilidae) nas águas costeiras do Rio Grande do Norte. [Dissertação], Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal.

PAZ, A. C.; FRÉDOU, F. L.; FRÉDOU, T. 2011. Caracterização da atividade pesqueira em Vila do Conde (Barcarena, Pará), no estuário amazônico. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, v. 6, n. 2, p. 307-318, maio-ago.

PIORSKI, N.M.; NUNES, J.L.S.; ALMEIDA, Z.S. 2010. Records of the smalleye smooth-hound Mustelus Higmani Springer & Lowe, 1963 (Chondrichthyes: Triakidae) from Maranhão–Brazil. Boletim Do Laboratório De Hidrobiologia, 23:75-78.

PREFEITURA DE PAÇO DO LUMIAR. Paço do Lumiar: Histórico. Disponível em: http://www.pacodolumiar.ma.gov.br/pagina/paco-do-lumiar/1. Acesso em: 05 nov de 2017.

RAMIRES, M; BARELLA, W; ESTEVES, A. M. 2003. Caracterização da pesca artesanal e o conhecimento pesqueiro local no valedo ribeira e litoral Sul de São Paulo. Revista Cecilliana. 0378-1844.

RODRIGUES, D. 2013. Ecologia trófica das principais espécies de peixes do Rio Paraíba do Sul na área de influência do aproveitamento hidrelétrico simplício durante o período pré-represamento. [Pós-graduação], Juiz de Fora.

SANTOS, P.R.S.; EINHARDT, A.C.M.C.; VELASCO, G. 2016. A pesca artesanal da miragaia (Pogonias cromis, Sciaenidae) no estuário da Lagoa dos Patos, Brasil. Bol. Inst. Pesca, São Paulo, 42(1): 89–101.

SANTOS, P.V.C.J.; ALMEIDA-FUNO, I.C.S.; PIGA, F.G.; FRANÇA, V.L.; TORRES, S.A.; MELO, C.D.P. 2011. Perfil Socioeconômico de Pescadores do Município da Raposa, Estado Do Maranhão. Rev. Bras. Eng. Pesca 6(1): I-XIV.

SECKENDORFF, R. W. V; AZEVEDO, V. G. 2007. Abordagem histórica da pesca da tainha Mugil platunus e do parati Mugil curema (Perciformes: Mugilidae) no litoral norte do estado de São Paulo. Série Relatórios Técnicos, São Paulo, n. 28: 1-8.

VAZ, E.M.; RABELO, Y.G.S.; CORRÊA, J.M.S.; ZACARDI, D.M. 2017. A pesca artesanal no lago Maicá: aspectos socioeconômicos e estrutura operacional. Biota Amazônia. Macapá, v. 7, n. 4, p. 6-12.

ZACARDI, D.M.; SARAIVA, M.L.; VAZ, E.M. 2017. Caracterização da pesca artesanal praticada nos lagos mapiri e papucu às margens do rio Tapajós, Santarém, Pará. Rev. Bras. Eng. Pesca 10(1): 31-43.

ZACARDI, D.M.; SILVA, G.S.; VAZ, E.M.; SILVA, L.M.A. 2016. Estudo Dos Aspectos Sociais E Técnicos Da Atividade Pesqueira No Município De Calçoene, Amapá, Extremo Norte Do Brasil. Rev. Bras. Eng. Pesca 9(2): 52-68.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Boletim do Laboratório de Hidrobiologia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

B. Lab. Hidro.

E-mail: boletimlabohidro@ufma.br

ISSN 1982-6421 (Online)