ASPECTOS DA SOCIOECONOMIA DOS PESCADORES DE CAMARÃO DA ILHA DO PARÁ (PA) E ARQUIPÉLAGO DO BAILIQUE (AP)

Inacia Maria Vieira, Mário Diniz de Araújo Neto

Resumo


No Estado do Amapá, a pesca do camarão abrange as diversas ilhas localizadas no estuário do rio Amazonas, atingindo o arquipélago do Bailique (AP) e Ilha do Pará (PA). O principal porto de desembarque desta espécie é o Igarapé da Fortaleza, localizado no município de Santana. Este estudo trata da exploração do camarão regional¸ Macrobrachium amazonicum, no Baixo rio Amazonas (estuário) por comunidades pesqueiras localizadas na Ilha do Pará e Arquipélago do Bailique, onde a pesca é tradicionalmente artesanal. Assim, procurou-se ampliar o conhecimento acerca da pesca do camarão, descrevendo o perfil socioeconômico dos pescadores através de entrevistas estruturadas com pescadores de camarão filiados ou não às Colônias Z-05, no Arquipélago do Bailique e Colônia Z- 14 da Fazendinha, onde estão filiados os pescadores da ilha do Pará. Os resultados referentes aos pescadores evidenciam que estes têm na pesca do camarão sua principal atividade econômica. Com relação à pesca do camarão, verifica-se que a exploração se encontra abaixo do nível ótimo de exploração e acredita-se que salvo um crescimento desordenado desta atividade e com o estabelecimento de grandes indústrias que incrementem a pesca desta espécie a espécie se encontra em equilíbrio e é auto-regulada por mudanças ambientais e pesca moderada.

 

Abstract

 

SOCIO-ECONOMICS ASPECTS OF ARTISANAL FISHERMEN OF SHRIMP ON ISLAND PARA AND BAILIQUE ARQUIPELAGO

 

In the state of Amapá the fishing of the shrimp embraces the several islands located in the estuary of  Amazonas river reaching the archipelago of Bailique. The main port of  landing of this species is Igarapé da Fortaleza, located in the municipal district of Santana. This study is about the exploration of the regional shrimp, Macrobrachium amazonicum, in Amazonas’ estuary, for fishing communities located in the Ilha do Pará and archipelago do Bailique, where the fishing is traditionally handmade. Thus has been intend to enlarge the knowledge concerning the fishing of the shrimp describing the socioeconomic profile of fishermen through semi-structured interviews of fishermen of shrimp affiliated to the Colonias Z-05 OF THE Archipelago do Bailique and Colônia Z-14 of the Fazendinha. The referring results to the fishermen evidence that these in the fishing of its shrimp main economic activity. With relationship the fishing of the shrimp is verified that the exploration meets below the great level of exploration and it is believed that but disordered growth of this activity with the establishment of great industries that increase the fishing this species in balance and is autorelated by environmental changes and moderate fishes.

 

Key-words: fishing ground resource, artisanal fisherman, regional shrimp.

 


Palavras-chave


recursos pesqueiros, pescador artesanal, camarão regional.

Referências


FREITAS, J. da L. Fenologia de espécies arbóreas tropicais na ilha do Pará, no estuário do rio Amazonas. 1996. 99f. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Ciências Agrárias do Pará. Belém, 1996.

FURTADO, L. G. Curralistas e redeiros de Marudá, pescadores do Litoral do Pará. Belém: MPEG, 1987. 366p.

MOREIRA, H. L. F. A. Marudá: aspectos da mudança social em uma comunidade de pescadores da Amazônia.. In: FURTADO, L.G.; LEITÃO, W. ; MELLO, A. F. (Eds.). Povos das águas: realidade e perspectivas na Amazônia. Belém: MCT/CNPq/MPEG, 1993. p. 119-131.

NERY, A . da C. Traços da Tecnologia Pesqueira de uma Área de Pesca Tradicional na Amazônia – Zona do Salgado – Pará. Boletim Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, n.11, p. 199-293. 1995. (Série Antropologia).

SILVA, L. M. A . Relatório PROECOTUR. Macapá: GEA/IEPA, 2002. 9 p.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Boletim do Laboratório de Hidrobiologia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

B. Lab. Hidro.

E-mail: boletimlabohidro@ufma.br

ISSN 1982-6421 (Online)