STUDY ON THE AQUATIC VEGETATION IN THE SÃO BENTO COUNTRY-BAIXADA MARANHENSE (MARANHÃO, BRAZIL)

Ricardo Barbieri, Conceicao de M P. Pinto

Resumo


As macrófitas aquáticas formam grandes comunidades na microrregião da Baixada Maranhense, da qual faz parte o município de São Bento. Elas foram estudadas, de setembro de 1989 a agosto de 1990, nos campos próximos a São Bento quanto à taxonomia, ao seu desenvolvimento sazonal (ciclo de vida) e aos tipos de associação vegetal. Foram identificadas 19 espécies de macrófitas aquáticas e 2 espécies higrófilas, a leste e a oeste da cidade de São bento. As três famílias mais comuns foram Pontederiaceae, Cyperaceae e Salviniaceae. Três espécies de Poaceae foram bastante frequentes nas áreas estudadas. As associações mais marcantes foram de Pontederia cordata-Eichhornia crassipes a oeste, e de Cyperus giganteus-Sagittaria lancifolia e Thalia sp.-S. lancifolia a leste de São bento. O crescimento vegetal se inicia em dezembro/janeiro, com o começo do período de inundação, e a morte das plantas ocorre em outubro com a estiagem nos campos (período seco). O ciclo de vida das macrófitas aquáticas na Baixada Maranhense é controlado pelo ciclo hidrológico local.

ABSTRACT

Aquatic macrophytes form great communities in the microregion of Baixada Maranhense, where is located the São Bento County. They were studied, from September 1989 to august 1990, in the floodplains near São Bento as its taxonomy, seasonal development (life cycle) and types of plant association. Nineteen species of aquatic macrophytes and two species of marginal habitats were identified in the eastern and the western sides of São Bento. The three most common families were Pontederiaceae, Cyperaceae e Salviniaceae. Three species of poaceae were frequente in the studied áreas. The associations markedly observed were Pontederia cordata-Eichhornia crassipes at the western side, and Cyperus giganteus-Sagittaria lancifolia and Thalia sp.-S. lancifolia at the eastern side of São Bento. Plant growth iniciates in December/January, in the beginning of the flooding (wet period), and the plant death occurs in October with the field’s drought (dry period). Aquatic macrophytes life cycle in Baixada Maranhense is controlled by local hydrological cycle.

 


Palavras-chave


planície de inundação; macrófitas aquáticas; ciclo de vida; associações

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Boletim do Laboratório de Hidrobiologia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

B. Lab. Hidro.

E-mail: boletimlabohidro@ufma.br

ISSN 1982-6421 (Online)