COMPOSIÇÃO E DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DO ICTIOPLÂNCTON DA LAGUNA DE JACAREPAGUÁ, RIO DE JANEIRO, BRASIL

Jose V Andreata, Jorge A X. Pinet, Claudio Lopes Soares

Resumo


O trabalho objetivou determinar a composição, a distribuição espacial dos ovos e das larvas e suas relações entre salinidade e temperatura na Laguna de Jacarepaguá. Foram realizadas coletas mensais de março de 1990 a fevereiro de 1991 em quatro áreas da laguna. O plâncton foi coletado na camada superficial com uma rede cônica de 350µm. Foram coletados 172 ovo e 882 larvas. A maior quantidade de ovos ocorreu no período seco em setembro, totalizando 93.02% enquanto que as larvas foram encontradas, em março no período chuvoso, e também de outubro a dezembro de 1990, totalizando 86.28%. As seis espécies de larvas identificadas foram: Xenomelaniris brasiliensis, Tilapia rendallis, Poecilia vivípara, Phalloptychus januarius, Brevoortia pectinata e Gerres aprion, e as famílias Engraulidae e Sparidae. X. brasiliensis foi a mais abundante abrangendo 62.81% do total das capturas. As larvas concentraram-se nas áreas 2 e 4, no período chuvoso, em águas mais quentes. Pequenas variações de salinidade e temperatura foram verificadas na laguna, durante o período pesquisado.

ABSTRACT

Composition na spatial distribution of the ichthyoplankton of the Jacarepaguá lagoon, Rio de Janeiro, Brazil

The aim of this work was to determine the spatial distribution and composition of the eggs and larvae and theis relationships between salinity and temperature in Jacarepaguá Lagoon. Mensal collects were held in the period of March 1990 to February 1991 in four stations.The plankton was collected with a 350µm conic net in the surfasse. One hundred and seventy two eggs and 882 larvae were found. The greatest number of eggs was found in September, 93.02% in the dry season. The larvae were found in March and in the period from October to December 1990, with 86.28% in the rainy season. Six spcies of larvae were identified: Xenomelaniris brasiliensis, Tilapia rendallis, Poecilia vivípara, Phalloptychus januarius, Brevoortia pectinata and Gerres aprion, and the families, Engraulidae and Sparidae. X. brasiliensis was the most abundant on with 62.81% of the total capture catches. The larvae stages were concentrated in the second and fourth áreas, during the rainy season and in warm water. Short variations in temperature and salinity were evidenced in the lagoon in this period.

Palavras-chave


Ovos; larvas; peixes; Laguna de Jacarepaguá

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Boletim do Laboratório de Hidrobiologia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

B. Lab. Hidro.

E-mail: boletimlabohidro@ufma.br

ISSN 1982-6421 (Online)