ESTUDO DA DENSIDADE E BIOMASSA DE PÓS-LARVAS E JUVENIS DE CAMARÃO DO GÊNERO Penaeus NO ESTRITO DO COQUEIRO – ILHA DE SÃO LUÍS – ESTADO DO MARANHÃO

Heliene Leite Ribeiro Porto

Resumo


Este estudo objetiva o conhecimento da densidade e biomassa do estoque de camarão do gênero Penaeus no estreito do coqueiro, conhecendo a proporção entre as fases de pós-larvas e juvenis, para subsidiar uma política defensora aos mesmos.

O aparelho de pesca utilizado neste estudo para captura de camarão foi o puçá de arrasto, sendo estas realizadas mensalmente, por um período compreendido entre agosto de 1982 e junho de 1983, em quatro pontos (estações) do estreito do Coqueiro, em dias de mínima baixa mar, percorrendo-se uma extensão total média de aproximadamente 265 m por estação, durante um tempo total médio de 12,6 minutos.

Na estimativa de abundância das fases pós-larva  e juvenil. Obtida através do cálculo da densidade (expressa em numero e peso de indivíduos por km2 ) foi verificada uma predominância de juvenis sobre pós-larvas em quase todos os meses. Isto se deve, provavelmente, à seletividade do puçá que determina uma maior chance de escape das pós-larvas. Constatou-se que existe uma maior densidade de pós-larvas e juvenis no período seco (agosto a dezembro) em relação ao chuvoso (janeiro a junho). Esta maior densidade deve-se possivelmente à menos dispersão de pós-larvas e menos mortalidade neste período, ou ainda ao aumento do recrutamento devido a uma desova ocorrida provavelmente em julho.

 

ABSTRACT

This study aims at estimating the density and biomass of the Penaeus shrimp stocks at the Strait of Coqueiro, Knowing the proportion  between the post-larval and juvenile stages, in order to criate a defensive policy for them.

The shrimp catching instrument used in this study was a tow net, and these fishings were done monthly, in points (seasons) of the Strait of Coqueiro, in days of minumun tide, convering an average total time of 12,6 minutes.

In the abundance estimates of the post-larval and juvenile phases, obtained through the density calculations (expressed in numbers and weight of individuals per Km2) was verified a predominance of juveniles over post-larvals in almost all months. This is probably due to the selectivity of the tow net which presents a bigger chance to the post-larvals of escaping.

We concluded that there is a bigger density of post – larvals and juveniles in the dry period ( August to December) rather than in the rainy ( January to June). This bigger density is probably due to a lower dispersion of post – larvals and lower mortality in this period, or also to the increase of recruitment occurred because of spawning which happened probably in July.

 


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Boletim do Laboratório de Hidrobiologia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

B. Lab. Hidro.

E-mail: boletimlabohidro@ufma.br

ISSN 1982-6421 (Online)