ESTUDO DA DENSIDADE E BIOMASSA DE PÓS LARVAS E JUVENIS DE CAMARÕES DO GÊNERO Penaeus, NA ILHA DE SÃO LUÍS, ESTADO DO MARANHÃO (BRASIL)

Heliene Leite Ribeiro Porto, Antonio Adauto Fonteles-Filho

Resumo


Este estudo está ligado a uma sequencia de amostragem de pós larvas e juvenil de camarão do gênero Penaeus em dois estreitos da Ilha de São Luís, Maranhão, Brasil, destacando-se o camarão vermelho Penaeus (farfantepenaeus) subtilis como sendo o mais abundante neta área.

A densidade de pós-larvas e juvenis foi estimada através de amostragem com arrastos cobrindo uma área de 690 m 2. O peso de todos os indivíduos capturados fornecem dados de biomassa, expressa em kg/km2. Ao mesmo tempo foram registrados dados de temperatura, salinidade e ph.

A fim de verificar possíveis fontes de variação da amostragem, os seguintes fatos foram considerados nas análises: período chuvoso (janeiro a junho) e período seco (julho a dezembro), fase de lua, período diurno e noturno, e cinco pontos de amostragem distribuídos ao longo dos dois estreitos. Os principais resultados desta análise são os seguintes:

1 – os valores médios de temperatura, salinidade e pH da água, na área estudada, foram maiores durante o período seco, a maior diferença s registando com relação à salinidade.

2 – O valor médio anual do pH (8,00) caracteriza um ambiente alcalino, provavelmente com baixo índice de poluição orgânica e industrial.

3 – os valores médios anuais de densidade de pós-larvas e juvenis, durante o período anual, foram 39266 indivíduos/km2 e 21362 indivíduos/km2, correspondentes as biomassas de 37,42 kg/km2 e 55,37 kg/km2, respectivamente.

4 – a densidade e biomassa de pós-larvas e juvenis foram, em geral, maiores durante o período seco ( julho a dezembro).

5 – As densidades de pós-larvas e juvenis, referentes ao horário noturno, foram maiores no período seco, enquanto no horário diurno estas foram maiores no período chuvoso.

6 – A redução da densidade, a partir de janeiro, pode estar relacionada com a dispersão de pós-larvas e juvenis para fora do estuário.

7 – A Ilha de São Luís pode ser considerada como uma importante parte do habitat do camarão vermelho, onde a espécie tem condições de completar seu ciclo biológico através da reprodução.

ABSTRACT

This study is a follow up the survey of postlarval and juvenile shrimp of genus Penaeus intwo canals of São Luis Island, Maranhão State, Brazil, pointing out that the browmn shrimp Penaeus (farfantepenaeus) subtilis is by far the most abundant in this area.

The density of shimp postlarvae and juveniles was estimated through sampling tows covering an area of 690 m 2. Weighing of all individual caught supplied the fifures on biomass, expressed as kg/km2. At the same time data were also gathered on temperature, salinity and pH.

In order to look for possible sources of sampling variation, the following factors have benn considered in the analysis: period of the year as rainy season (January – June) and dry season (July – December), moon phase, day and night shifts, and five stations distributed along the two canals.

The main results to come out from the analysis are as follows:

1 – Mean values of temperature, salinity and pH of the water, in the studied area, were higher during the dry season, the larger difference being found with the salinity.

2 – The mean annual value of pH (8,00) characterizes and alkaline environment, probably with low indices of organic and industrial pollution.

3 – The mean annual values of density of shrimp postlarvae  and juveniles, over the year are 39,266 individuals/km2 and 21,362 individuals/km2, corresponding to biomass values of 37,42 kg/km2 and 55,37 kg/km2, respectively.

4 – Density and biomass values of shrimp postlarvae and juveniles were as a whole, higher during the dry season.

5 -  Density of postlarcvae and juveniles, as calculated in the nighttime shift, was higher in the dry season, where as in the daytime shift that was higher in the rainy season.

6 – Reduction in density of postlarvae and juveniles from January onwards may be linked with an outward dispersion of individuals to the open sea.

7 – The São Luis Island may be considered as an important share of the habitat of the brown shrimp, Penaeus (Farfantepenaeus) subtilis, where this species completes its life cycle through reproduction.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Boletim do Laboratório de Hidrobiologia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

B. Lab. Hidro.

E-mail: boletimlabohidro@ufma.br

ISSN 1982-6421 (Online)