INFORMES PRELIMINARES SOBRE ALGUNS COMPONENTES QUÍMICOS DE ALGAS MARINHAS BENTÔNICAS DO LITORAL DA ILHA DE SÃO LUÍS (ESTADO DO MARANHÃO, BRASIL)

M J T. Caldas, Maria Marlucia Ferreira Correia, Maria Jose Saraiva Lopes, M M Correa

Resumo


Análises de extrato etéreo, minerais totais e teor proteico de duas espécies de algas marinhas bentônicas Ulva fasciata Delile e Gracilaria domingensis Sonder do litoral da Ilha de São Luís, foram feitas durante diferentes meses do ano.

A concentração de minerais totais e proteína na clorofita U. fasciata variou de 11,00 a 21,50 g% e 10,03 a 16,15 g% respectivamente. Na rodofita G. domingensis a concentração de minerais totais variou de 7,00 a 11,00 g%, enquanto o teor proteico de 10,03 a 14,88 g%.

Nas duas espécies investigadas o extrato etéreo variou de um mínimo de 0,50 a um máximo de 2,0 g%.

Os resultados indicaram uma composição similar quanto ao teor proteico das algas estudadas e os alimentos convencionais de origem vegetal.

 

ABSTRACT

Analysis of ethereal extract, total minerals and protein contente of two species of marine benthonic algae Ulva fasciata Delile and Gracilaria domingensis Sonder from the coastline of São Luís Island, have been studied during different months of the year.

In the Rhodophyta G. domingensis the concentration of the total minerals observed was 7,00 – 11,00 g% while the protein content was 10,03 – 14,88 g%.

Between the two species investigated the ethereal extract varied from a minium of 0,50 g% a maximu of 2,0 g%.

The results indicated similar composition between algae and conventional food from vegetal origin in terms of protein content.

 


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Boletim do Laboratório de Hidrobiologia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

B. Lab. Hidro.

E-mail: boletimlabohidro@ufma.br

ISSN 1982-6421 (Online)