ASPECTOS DA PESCA E CARACTERIZAÇÃO BIOMÉTRICA DO CAMARÃO BRANCO, Penaeus (Litopenaeus) schmitti BURKENROAD, NA ILHA DE SÃO LUÍS – ESTADO DO MARANHÃO

Heliene Leite Ribeiro Porto, Antonio Adauto Fonteles Filho

Resumo


Este estudo objetiva divulgar a pesca do camarão branco, Penaeus (Litopenaeus) schmitti Burkenroad, na Ilha e São Luís, Estado do Maranhão, Brasil e estimar algumas relações biométricas em comprimento e peso.

Quatro diferenças tipos de aparelhos de pesca são comumente usados nesta área: puçá de arrasto, puçá de escora ou muruada, redinha e zangaria, que atuam de diferentes maneiras nas operações de captura. Em consequência, camarões capturados por puçá  são menores, com comprimento total médio de 70,0mm, enquanto que os capturados com redinha e zangaria têm comprimentos médios maiores que 133,3 e 141,8mm, respectivamente. A proporção sexual tem variado com cada aparelho usado na amostragem, de maneira que fêmeas têm sido capturadas em maior número do que os machos por puças, o inverso sendo verdadeiro para zangaria, enquanto uma proporção equivalente tem sido obtida por amostragem de redinha. Iisto é devido a influência de fatores tais como estratificação espacial por sexo e seletividade do aparelho de pesca em atuação.

A caracterização biométrica do camarão branco foi baseada nas medidas do comprimento e peso dos indivíduos inteiros e suas partes componentes (cefalotórax e abdômen), entre as quais equações de regressão foram calculadas para cada sexo. Diferenças entre machos e fêmeas, destas relações, foram submetidas à analise estatística através do Teste-t.

Todas as variáveis usadas foram significativamente correlacionadas e as diferenças estatísticas entre machos e fêmeas foram encontradas nas seguintes relações biométricas: comprimento do abdômen/comprimento total, comprimento do cefalotórax/comprimento total, comprimento do cefalotórax/comprimento do abdômen, peso do abdômen/peso total e peso do cefalotórax/peso total.

Das análises biométricas, salientam-se ainda, os seguintes fatos: as fêmeas são maiores do que os machos, o comprimento do abdômen corresponde, em média, a 64,4 e 63,5% do comprimento total, respectivamente para machos e fêmeas, podendo-se concluir que as fêmeas têm a cauda mais curta do que os machos e, o peso do abdômen corresponde, em média, a 58,3 a 54,8% do peso total, respectivamente para machos e fêmeas, significando que o machos têm a cauda mais pesada do que as fêmeas.

ABSTRACT

This paper aims at giving a broad account of the fishing for White shrimp, Penaeus (Litopenaeus) schmitti Burkenroad, of São Luís Island, Maranhão State, Brazil and at some biometric relations in length and weight.

Four different types of fishing gear are commonly used in that area, namely tow net, trap net, beach trawl and fish Weir, which work in different ways in their catching operations. Therefore, shrimps caught by tow nets are small-sized ones, with na average total length of 70.0mm, while those caught by beach trawls and fish-weirs have bigger average lengths of 133.3 and 141.8mm, respectively. The sex-ratio has also varied as to which gear was used in the sampling, so that females have been caught in larger numbers than males by tow nets and trap nets the reverse being true of fish-weirs, while na even proportion has been achieved by beach trawl sampling. It is thought that such factors as spatial stratication by sex and gear selectivity are at work.

The biometric characterization of the White shrimp was based on relationschips between measure of the length and weight of the cape and abdômen of individual shrimps and total length and weight of its body, for which regression equations were calculated, sexes separate. Differences between males and females, concerning those relationschips, have benn submitted to statistical analysis by means of the t-teste.

Al used variables were significantly correlated and statistical differences were found between males and females in the following biometric relations: abdômen length/total length,carapace length/total length, carapace length/length of the abdomen, abdominal weight/total weightand weight carapace/total weight. From the biometric analysis the folowin facts also stand out: females ae larger than males, The abdômen length accounts, as na average, for 64.4 and 63.5 per cent of the total length, in males and females respectively, what means that female tai lis shorter than males. The abdômen weight accounts, as na average, for 58.3 and 54.8 per cento f the total weight, in males and females respectively, what means that males have a heavier tail than females.

 


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Boletim do Laboratório de Hidrobiologia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

B. Lab. Hidro.

E-mail: boletimlabohidro@ufma.br

ISSN 1982-6421 (Online)