MAPEAMENTO DE ÁREAS DE OCORRÊNCIA E ASPECTOS DE CONSERVAÇÃO DE TARTARUGAS (CHELONIA) DE ÁGUA DOCE NO ESTADO DO MARANHÃO, BRASIL

Larissa Nascimento Barreto, Luís Eduardo de Sousa Ribeiro, Ana Beatriz Nunes Ribeiro, Randolfo Rocha Azevedo, Daiane Lippert Tavares, João Marcelo da Silva Abreu, Nayara Batista Cutrim

Resumo


Estudos sobre quelônios no Estado, ainda são escassos e a falta de informações sobre aspectos biológicos das espécies em seu habitat natural e sobre os efeitos das variáveis ecológicas do ambiente sobre as espécies dificulta a implantação de ações de manejo e conservação mais adequadas. O estudo foi desenvolvido em diversas áreas do Estado: a Ilha de Curupu, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, a região dos Pequenos Lençóis e as cidades de Pinheiro, São Bento, Turilândia, Cedral, e Balsas. Foram identificadas 6 espécies de tartarugas de água doce para o Estado do Maranhão, mapeadas em áreas continentais e litorâneas. Houve registro de Kinosternon scorpioides na Ilha de Curupu e nas cidades de Pinheiro, São Bento, Turilândia e Cedral. Trachemys adiutrix foi encontrada na Ilha de Curupu, no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses e na região dos Pequenos Lençóis. Phrynops geoffroanus esteve presente nas cidades de Pinheiro, São Bento e Turilândia. Já Rhinoclemys punctularia, Phrynops cf. gibbus e Mesoclemmys tuberculatus foram encontradas apenas em Cedral, Balsas e na região dos Pequenos Lençóis, respectivamente. O Maranhão apresenta áreas críticas para a conservação das espécies de quelônios, tendo em vista a ocorrência de espécie endêmica e ameaçada devido à caça predatória. Em virtude disso, propõem-se estudos mais aprofundados para fomentar melhores políticas públicas com relação à conservação das espécies e proteção das áreas de ocorrência das mesmas.

Palavras-chaves: tartarugas de água doce, conservação, ecologia, distribuição, manejo

ABSTRACT

Mapping of occurrence areas and conservation aspects of freshwater turtles in Maranhão State, Brazil

Studies on turtles in the state are scarce and the lack of information on the biology of species in their natural habitat and the effects of ecological variables of the environment on species commit  the implementation of a  management and conservation more suited. The study was conducted in several areas of the state of Maranhao from the coast north to the south  namely: Curupu Island, the National Park of Lençois Maranhenses, the  Pequenos Lençois region, Turilândia, Cedral, and Balsas. According to data collected   were found 6 species of freshwater turtles in the State, mapped in continental and coastal study areas. Kinosternon scorpioides were registered in the Island of Curupu and the cities of Pinheiro, São Bento, Turilândia and Cedral. Trachemys adiutrix was found on the island of Curupu in the National Park of Lençois Maranhenses and the region of Pequenos Lençois. Phrynops geoffroanus was present at  Pinheiro, São Bento and Turilândia municipalities. But Rhinoclemys punctularia, Phrynops cf. gibbus and Mesoclemmys tuberculatus were found only in Cedral, Balsas and in the region of Pequenos Lençois, respectively. Maranhão presents critical areas for conservation of species of turtles, due  of  the occurrence of endemic species  and  poaching. As a result, we propose further studies to promote better public policy with regard to species conservation and protection  of the areas of reproduction and occurrence of them.

Keywords:  freshwater turtles, conservation, ecology, distribution, management


Referências


ACUÑA-MESÉN, R. A. 1994. Variación morfometrica y características ecológicas del habitat de la tortuga candado Kinosternon scorpioides en Costa Rica (Chelonia, Kinosternidae). Revista Brasileira de Biologia, 54(3): 537-547.

BARRETO, L. 2007. Cerrado Norte do Brasil. Rio Grande do Sul: USEB, 378p.

BARRETO, L.; LIMA, L. C. P. & BARBOSA, S. G. 2009. Observations on the ecology of Trachemys adiutrix and Kinosternon scorpioides on Curupu island, Brazil. Herpetological Review, 40: 283-286.

BATISTELLA, A. M. 2008. Biologia e conservação de Trachemys adiutrix, Vanzolini, 1995 (Testudines, Emydidae) no estado do Maranhão. Tese em andamento (Doutorado em Biologia de água doce e pesca interior), Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia-INPA.

BERNHARD, R. 2001., Biologia reprodutiva de Podocnemis sextuberculata (Testudines, Pelomedusidae) na Reserva de Desenvolvimento sustentável Mamirauá, Amazonas, Brasil. Dissertação de Mestrado – INPA/UA.

BOUR, R. & PAULER, I. 1987. Identité de Phrynops vanderhaegei Bour 1973 et des espèces affines. Mésogée, 47:3-23.

BUONONATO, M. & BUONONATO, V. Quelônios. Disponível em: . Acesso em 19/08/2008.

CAGLE F. R. 1939. The life history of the slider turtle, Pseudemys scripta troostii (holbrook). Ecological Monographs, 20(1): 31-54.

CASTRO, A. B. 2006. Biologia reprodutiva e crescimento de Muçuã Kinosternon scorpioides (Linnaeus, 1776) em cativeiro. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal do Pará, Pará, 101p.

ELY, I. 2008. Padrão de atividade e deslocamento de Trachemys adiutrix Vanzolini, 1995 (Testudines: Emydidade) na região dos Pequenos Lençóis Maranhenses. Tese de Mestrado em andamento, curso de Biologia Animal. Universidade Federal do Rio Grande do Sul- UFRGS.

EMYSYSTEM. WORLD TURTLE DATABASE, 1999. Disponível em: http://emys.geo.orst.edu/. Acesso em 10/06/2010.

FACHIN-TERAN, 2003. Preservação de quelônios aquáticos com participação comunitária na Reserva de Desenvolvimento Sustentável de Mamirauá, Amazonas, Brasil. In: CAMPOS-

FÁCHIN-TERÁN, A.; VOGT, R. C. & SOARES, M. F. G. S. 1994. Alimentacion de tres especies de tortugas Chelidae en Costa Marques, Rondonia, Brasil. Boletin de Lima, v. XVI, n. 91-96, p. 409-416.

FERRARA, C.; SCHNEIDER, L.; VOGT, R. C. & SANTOS-JÚNIOR. L. B. 2009. Geographic Distribution. Kinosternon scorpioides. Herpetological Review, v. 40, n. 2, p. 235.

FERRONATO, B. O.; MARQUES, T. S.; SOUZA, F. L.; VERDADE, L. M. & MATUSHUMA, E. R. 2009. Oral bacterial microbiota and traumatic injuries of free ranging Phrynops geoffroanus (Testudines, Chelidae) in southeastern Brazil. Phyllomedusa, v. 8, n. 1, p.19-25.

ROZO, C. & Ulloa, A. (eds.), Fauna Socializada – tendências em el manejo participativo de la fauna en América Latina. Fundación Natura, MacArthur Foundation, Instituto Colombiano de Antropologia e Historia. Bogotá, p.145-176.

FERRI, V. 2002. Turtles & Tortoises: A Firefly Guide. Firefly Books. 256p.

GEORGES, A; LIMPUS, C. J. & PARMENTER, C. J. 1993. Natural history of the Chelonia. ln: GLASBY, C. J.; ROSS, G. J. B. & BEESLEY, P. L. (Eds.). Fauna of Australia: Amphibia & Reptilia, Australian Government Publishing Service Canberm. p. 120 -128.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATISTICA, 2008. Contagem da população 2007 - População residente em 1 de abril de 2007, segundo o município. Acesso em: 25/06/2008.

IVERSON, J. B. 1992. A revised checklist with distribution maps of the turtles of the world. Published by the author, Richmond, Indiana.

LEGLER, J. M. 1960. A simple and inexpensive device for trapping aquatic turtles. Proceedings of the Utah Academy of Science 37: 257-312.

MCCORD, W. P.; JOSEPH-OUNI, M. & LAMAR, W. W. 2001. A Taxonomic reevaluation of Phrynops (Testudines: Chelidae) with the description of two new genera and a new species of Batrachemys. Revista de Biologia Tropical, 49(2):715-764.

MEDEM, F., 1960. Informe sobre reptiles colombianos. (V) Observaciones sobre la distribucion geografica y ecologia de la tortuga Phrynops geoffroana 1sp. en Colombia. Noved. Colombianas, 1 (5): 291-300.

MITTERMEIER, R. A.; RHODIN, A. J. G.; MEDEM, F.; SOINI, P.; HOOGMOED, M. S. & CARRILLO DE ESPINOZA, N. 1978. Distribution of the South American chelid turtle Phrynops gibbus, with observations on habitat and reproduction. Herpetologica, 34(1): 94-100.

PEREIRA, J. G. 2000. Estudo histológico e histoquímico do tubo digestivo e do pâncreas do Kinosternon scorpioides Linnaeus 1766 (Reptila, Chelonia, Kinosternidae), muçuã. 2000. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) – Universidade Federal de Viçosa. 148 p.

PEZZUTI, J. C. B.; WARISS, M. F.; RAMOS, I. S.; BAETA, A. P. F. & FELIX - SILVA, D. 2008a. Estudo ambiental simplicado sobre os impactos da implantação da balsa de transbordo de minério de ferro sobre os quelônios na Ilha dos Guarás, Curuçá, Pará. 50 p.

PEZZUTI B, J. C. B; WARISS, M. F.; RAMOS, I. S.; BAETA, A. P. F. & FELIX - SILVA, D. 2008b. Relatório de impacto ambiental do aproveitamento hidroenergético de Belo Monte sobre quelônios e jacarés.

PINÃ, C. I.; LANCE, V. A.; FERRONATO, B. O.; GUARDIA, I.; MARQUES, T. S. & VERDADE, L. M. 2009. Heavy Metal Contamination in Phrynops geoffroanus (Schweigger, 1812) (Testudines: Chelidae) in a River Basin, São Paulo, Brazil. bulletin of environmental contamination and toxicology, v. 83, p. 771–775.

PRITCHARD, P. C. H. 1975. Distribution of tortoises in tropical South America. Chelonia. 2(1): 3-10.

PRITCHARD, P. C. H. & TREBBAU, P. 1984. The Turtles of Venezuela. Athens, Society for the Study of Amphibians and Reptiles. 403p.

RANGEL, M. E. S. 2003. Contribuição dos dados integrados dos sistemas sensores TM/ LANDSAT-5 e ERS-1/SAR para o estudo de uso e cobertura da terra no nordeste da Ilha do Maranhão. Dissertação de Mestrado - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, São José dos Campos. 114p.

RAN - CENTRO NACIONAL DE PESQUISA E CONSERVAÇÃO DE RÉPTEIS E ANFÍBIOS. 2010. Diagnóstico da Herpetofauna da Bacia Hidrográfica do São Francisco: relatório final. Goiânia, v. 1 e 2, 127p.

REBELO, G. H. & LUGLI, L. 1996. The conservation of freshwater turtles and the dwellers of the Amazonian Jaú Nacional Park (Brazil). In: JAIN, S. K. (ed.) Ethnobiology in Human Welfare. New Delhi, Deep Publication. p253-258.

RHODIN, A. G. J. & MITTERMEIER, R. A. 1983. Description of Phrynops williamsi, a new species of chelid turtle of the South American P. geoffroanus complex, p. 58-73. In: RHODIN, A. G. J. & MIYATA, K. (Eds). Advances in herpetology and evolutionary biology. Cambridge, Museum of Comparative Zoology, 725p.

RIBAS, E. R & MONTEIRO FILHO, E. L. A 2002. Distribuição e habitat das tartarugas de água-doce (Testudines, Chelidae) do Estado do Paraná, Brasil. Biociências, l0(2): 15-32.

RIBEIRO, L. B. 2004. Ciência Hoje, 35 (210), Rio de Janeiro-RJ.

RIBEIRO, L. E. S. 2009. Análise da estrutura populacional e conservação de espécies de tartarugas em zona costeira do estado do Maranhão. Monografia de conclusão de curso, Ciências Aquáticas, Universidade Federal do Maranhão, Maranhão. 52p.

ROCHA, C. A; FRANKLIN JUNIOR, W.; DANTAS, W. P.; FARIAS, M. F. & OLIVEIRA, A. M. E. 1997. Fauna e flora acompanhantes da pesca da lagosta no Nordeste do Brasil. In: Boletim Técnico-Científico CEPENE, 5 (1): 15-28.

RUEDA-ALMONACID, J. V.; CARR, J. L.; MITTERMEIER, R. A.; RODRÍGUEZ-MAHECHA, J. V.; MAST, R. B.; VOGT, R. C.; RHODIN, A. G. J.; OSSA-VELÁSQUEZ, J.; RUEDA, J. N. & MITTERMEIER, C. G. 2007. Las tortugas y los cocodrilianos de los países andinos del trópico. Serie de guías tropicales de campo Nº 6. Conservación Internacional. Editorial Panamericana, Formas e Impresos. Bogotá, Colombia, 538 p.

SCHNEIDER, L.; FERRARA, C.; VOGT, R. C. & SANTOS-JÚNIOR, L. B. 2009. Geographic distribution. Rhinoclemmys punctularia. Herpetological Review, 40(2): 236.

SEMATUR – SECRETARIA DO ESTADO DO MEIO AMBIENTE E TURISMO. 1991. Diagnostico dos Principais Problemas Ambientais do Estado do Maranhao, Sao Luis, MA. 32pp.

SMITH, N. J. H. 1979. Quelônios aquáticos da Amazônia: um recurso ameaçado. Acta Amazonica 9(1): 87-97.

SOUZA, F. L. 1999. Ecologia do cágado Phrynops geoffroanus (Schweigger, 1812) em ambiente urbano poluído (Reptilia, Testudines, Chelidae). Tese (Doutorado em Zoologia) Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro. 52 p.

SOUZA, F. L. & ABE, A. S. 1998. Resource partitioning by the neotropical freshwater turtle, Hydromedusa maximiliani. Journal of Herpetology, 32: 106-112.

SOUZA, F. L. & ABE, A. S. 2001. Population structure and reproductive aspects of the freshwater turtle Phrynops geoffroanus, inhabiting an urban river in southeastern Brazil. Studies on Neotropical Fauna and Environment, 36(1): 57-62.

SOUZA, F. L.; RAIZER, J.; COSTA, H. T. M. & MARTINEZ, F. I. 2008. Dispersal of Phrynops geoffroanus (Chelidae) in an urban river in Central Brazil. Chelonian Conservation and Biology, v. 7, n. 2, p. 257-261.

TORRES, D. F.; OLIVEIRA, E. S.; ALVES, R. R. N. & VASCONCELLOS, A. 2009. Etnobotânica e etnozoologia em unidades de conservação: uso da biodiversidade na APA de Genipabu, Rio Grande do Norte, Brasil. Interciencia, v. 34, n. 9, p. 623-629.

VANZOLlNI, P. E.; RAMOS-COSTA, A. M. M. & VITT, L. J. 1980. Répteis das caatingas. Rio de Janeiro, Academia Brasileira de Ciências. 161 p.

VANZOLINI, P. E. 1994. On the distribution of certain south american turtles (Testudines: Testudioidae & Chelidae). Smithsonian Herpetological lnformation Service, 97:1-10.

VANZOLINI, P. E. 1995. A new species of turtle, genus Trachemys, from the state of Maranhão, Brazil (Testudines, Emydidae). Revista Brasileira de Biologia , v. 55, p. 111-125.

VIANA, M. N. S. 2005. Genética da Conservação de Quelônios do Gênero Podocnemis (Pleurodira: Podocnemidae) da Amazônia Brasileira. Tese de Doutorado, Universidade Federal do Pará, Pará, 155p.

VOGT, R. C. 2008. Tartarugas da Amazônia. Lima: Biblios, 104p.

WARISS, M. F. Uso de ambientes, estrutura populacional e crescimento corporal de Rhinoclemmys punctularia (Reptilia, Geoemydidae) na Ilha de Maiandeua, Pará, Brasil. 2010. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aquática e Pesca), Universidade Federal do Pará, Pará.


Apontamentos



Direitos autorais 2014 Boletim do Laboratório de Hidrobiologia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

B. Lab. Hidro.

E-mail: boletimlabohidro@ufma.br

ISSN 1982-6421 (Online)